Apesar da crise, GM Onix e Honda CG 160 são os veículos mais vendidos do Brasil

O "quarentão" VW Gol segue entre os top 5 do mercado automotivo / Divulgação
O “quarentão” VW Gol segue entre os top 5 do mercado automotivo / Divulgação

A abertura de algumas concessionárias, em determinados estados, e o retorno de funcionamento de parte dos Detrans (incluindo São Paulo) já resultaram em pequena melhora para o Setor da Distribuição em maio. De acordo com o levantamento realizado pela a Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores –, o segmento apresentou crescimento de 11,97% em maio, em relação a abril, totalizando 100.427 unidades emplacadas, contra 89.687 no mês anterior. Já na comparação com maio de 2019, quando foram licenciadas 358.438 unidades, houve retração de 71,98%.

Alarico Assumpção Júnior, presidente de Fenabrave: pequena melhora / Divulgação
Alarico Assumpção Júnior, presidente de Fenabrave: pequena melhora / Divulgação

“Isso significa dizer que ficamos na 29ª. colocação entre os meses de maio de nossa história de vendas”, destacou o presidente da entidade, Alarico Assumpção Júnior. No acumulado de janeiro a maio de 2020, a queda foi de 35,64%, com 1.031.324 unidades emplacadas, contra 1.602.524 no mesmo período de 2019, o que representa estar na 17ª. colocação, nos acumulados de janeiro a maio, de todos os tempos.

Com 27 mil unidades emplacadas, o Hyundai HB20 é o terceiro no ranking / Divulgação
Com 27 mil unidades emplacadas, o Hyundai HB20 é o terceiro no ranking / Divulgação

Automóveis e Comerciais Leves – Os segmentos de automóveis e comerciais leves, somados, também registraram crescimento, de 10,29%, em maio, na comparação com o mês anterior, somando 56.639 veículos emplacados, contra 51.355 em abril de 2020. Se comparado com maio do ano passado, quando o mercado somou 234.147 unidades, o resultado aponta baixa de 75,81%, o que significa que maio de 2020 está na 39ª. colocação entre todos os meses de maio da série histórica de vendas dos segmentos. No acumulado dos cinco meses, esses segmentos retraíram 38,14%, com o total de 640.525 unidades neste ano, contra 1.035.427 no mesmo período de 2019, passando a estar na 19ª. colocação entre os acumulados, dos anos anteriores.

GM Onix hatch e sedã lideram as vendas de automóveis em 2020 / Divulgação
GM Onix hatch e sedã lideram as vendas de automóveis em 2020 / Divulgação

Carros mais vendidos entre Janeiro e Maio (unidades)

GM Onix – 54.036

GM Onix Plus – 28.416

Hyundai HB 20 – 27.052

Ford Ka – 26.180

VW Gol – 20.191

A CUB Biz é a segunda moto mais vendida, com mais de 47 mil unidades / Divulgação
A CUB Biz é a segunda moto mais vendida, com mais de 47 mil unidades / Divulgação

Motocicletas – As vendas de motos ao mercado interno tiveram aumento de 3,42% em maio de 2020, sobre abril, passando de 28.555 unidades, para 29.220 motos emplacadas. “O crescimento pode ser atribuído ao aumento de demanda por parte dos profissionais e empresas de delivery (entrega) e pelo fato de algumas pessoas terem deixado de usar o transporte coletivo para aderir ao de duas rodas, contribuindo para o isolamento social”, defendeu Carlo Porto, vice-presidente de Motocicletas da Fenabrave, para quem o aumento poderia ter sido até maior, considerando os baixos estoques das concessionárias, em relação a modelos de baixa cilindrada (até 250cc).

Honda CG, o veículo mais vendido do Brasil / Divulgação
Honda CG 160, o veículo mais vendido do Brasil / Divulgação

Motos mais vendidas entre Janeiro e Maio (unidades)

Honda CG 160 – 84.424

Honda Biz – 47.664

Honda NXR 160 Bros – 33.021

Honda Pop 110i – 28.019

Honda CB Twister 250 – 10.285

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.