KAWASAKI VERSYS 1000 CHEGA 2010 CHEGA COM TECNOLOGIA “ATÉ O TALO”

KAWASAKI VERSYS 1000 CHEGA 2010 CHEGA COM TECNOLOGIA “ATÉ O TALO”

A Kawasaki não poupou esforços para deixar sua aventureira esportiva mais radical. Com soluções inovadoras em termos estéticos e, principalmente, no que diz respeito a tecnologia embarcada, a nova Versys 1000 2020 estará disponível nas versões Standard e Grand Tourer. Chega em julho com uma “lista telefônica” de causar inveja na concorrência. Preços entre R$ 55.490 e R$ 66.990 (frete não incluso).

A topo de linha, por exemplo, conta com Quick Shifter bidirecional – o motociclista pode subir e descer marchas sem o auxílio da embreagem –, painel TFT colorido, faróis auxiliares de curva (solução adotada na Triumph Tiger 1200) e suspensão eletrônica, que pode ser ajustada via aplicativo Rideology (já disponível para Android e Apple). Outra novidade é pintura regenerativa que possui uma camada de tinta especial, que permite que os arranhões mais leves se reparem por meio de uma reação química.

Modelo mais moderno em termos de tecnologia que a própria superesportiva H2, a nova Versys 1000 conta com um completo pacote eletrônico que oferece ao motociclista gerenciamento de curvas, controle de tração e os novos modos integrados de pilotagem que atuam em conjunto com a sistema de freios ABS. Confira as principais inovações da Versys 1000.

O que nos resta agora é aguardar, com ansiedade, uma unidade para test-ride e comprovar, na prática, toda a evolução do modelo em termos de segurança e desempenho.
Standard
• Válvula de aceleração eletrônica
• Acelerador eletrônico
• Modo de potência
• Piloto automático
• ABS inteligente
• Central inercial
• Gerenciamento de curvas
• Controle de tração
• Regulagem de manete de embreagem
• Iluminação de LED
• Painel LCD
• Embreagem assistida e deslizante
• Tampa do tanque sem parafusos aparentes
R$ 55.490 (frete não incluso)
Grand Tourer (versão topo ganhou mais tecnologia e acessórios)
• Quick Shifter para cima e para baixo
• Suspensão eletrônica
• Modos de pilotagem integrados
• Luzes de curva em LED
• Painel TFT
• Aquecedor de manoplas
• Bolha maior
• Protetor de mãos
• Top Case
• Malas laterais
• Luzes auxiliares
• Pintura de alta durabilidade
• Slider de suspensão
• Slider de quadro
• Aplicativo Rideology
R$ 66.990 (frete não incluso)

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS | KAWASAKI VERSYS 1000

DIMENSÕES STANDARD GRAND TOURER
Comprimento total 2.270 mm
Largura total 895 mm 950 mm
Altura total 1.465 mm 1.530 mm
Distância entre-eixos 1.520 mm
Altura do solo 150 mm
Altura do assento 820 mm
Peso (ordem de marcha) 253 kg 257 kg
Capacidade do tanque 21 litros
 
PERFORMANCE STANDARD GRAND TOURER
Potência máxima Torque máximo 120 cv a 9.000 rpm 10,4 kgƒ.m a 7.500 rpm
 
MOTOR STANDARD GRAND TOURER
Tipo Diâmetro x curso Deslocamento Taxa de compressão Alimentação   4 cilindros DOHC 77 x 56 mm 1.043 cm3 10,3:1 Injeção eletrônica (38 mm x 4)
 
TRANSMISSÃO STANDARD GRAND TOURER
Transmissão final Número de marchas Relação de marcha:    1ª                                       2ª                                       3ª                                       4ª                                       5ª                                       6ª
Relação de redução primária Relação de redução final
Corrente 6 velocidades 2,692 (35/13) 1,950 (39/20) 1,529 (26/17) 1,304 (30/23) 1,136 (25/22) 0,958 (23/24) 1,627 (83/51) 2,867 (43/15)
 
CHASSI STANDARD GRAND TOURER
Tipo Diamond
Suspensão:      Dianteira   Garfo telescópico invertido de 43 mm, com ajustes de retorno e pré-carga de mola Garfo telescópico invertido de 43 mm, compressão e retorno controlados pelo KECS, pré-carga de mola ajustável manualmente
                             Traseira Amortecedor a gás com reservatório externo, ajustável em retorno e pré-carga de mola Amortecedor a gás com reservatório externo, compressão e retorno controlados pelo KECS, pré-carga de mola ajustável eletronicamente
Curso:                 Dianteira 150 mm
                              Traseira 152 mm
Cáster 27°
Trail 106 mm
Ângulo de esterçamento (esq./dir.) 34°/34°  
Pneus:              Dianteiro   120/70ZR17M/C (58W)  
                            Traseiro 180/55ZR17M/C (73W)
Freios:              Dianteiro                            2 discos de 310 mm (diâmetro efetivo 276 mm),
Pinças monobloco de montagem radial com 4 pistões opostos
                            Traseiro Disco de 250 mm (diâmetro efetivo 216 mm)
Pinça de pistão único

SEIS MITOS E VERDADES PARA QUEM PRECISA VENDER UM CARRO USADO

O mercado de usados está aquecido. A cada veículo novo emplacado, quatro seminovos trocam de mãos. Só nos primeiros quatro meses de 2019 quase três milhões de carros mudaram de donos. Mas vender um automóvel não é uma tarefa tão fácil assim. Afinal, há muitos mitos propagados sobre o setor. Questões como a quantidade de proprietários e o período de venda, por exemplo, ainda exercem peso considerável sobre o valor praticado pelas pessoas. Portanto, antes de colocar seu automóvel à venda, pesquise e planeje bastante para conseguir uma negociação rápida e segura. Para nos ajudar nesta missão contamos com o apoio da InstaCarro, uma startup de compra e vendas de carros. Confira os principais mitos e verdades que rondam o mercado de usados:

Veículos brancos, pretos e pratas têm revenda mais fácil
É uma verdade. Os modelos dessas cores são mais “comercializáveis” por conta da grande procura. Além disso, costumam ser padronizadas, ou seja, não apresentam grandes variações – outro ponto que ajuda quem tem essas preferências. Em contrapartida, o verde e o azul são ótimos exemplos de cores que apresentam variação significativa, o que faz com que muitos compradores tenham resistência a essas colorações.

Carros que tiveram um único dono são mais valorizados
É um mito bastante difundido atualmente. O número de donos não é importante, mas sim o cuidado que ele (ou eles) tiveram com o veículo. A maneira de dirigir, a manutenção e outras iniciativas preventivas podem fazer com que o carro de um único proprietário tenha uma conservação pior do que aquele que já passou em várias mãos. Portanto, na hora de anunciar seu automóvel, divulgue, principalmente, os detalhes sobre como ele foi cuidado, revisões, quilometragem, etc.

A quilometragem é muito importante
Verdade! Analisar e divulgar a quilometragem do veículo é um ponto muito importante para uma venda. Entretanto, um índice menor nem sempre representa as melhores opções – afinal, o carro pode ter ficado parado por muito tempo, não recebendo todas as manutenções necessárias. Então, para não sofrer com desconfiança, anuncie a quilometragem, mas dê informações complementares para ajudar em uma decisão mais criteriosa.

Reparar a lataria é positivo na hora de vender o carro
Esse é um mito que muitos acreditam. O custo de reparos e consertos depende da qualidade do serviço, do gasto envolvido para o proprietário atual e da percepção de valor para o novo proprietário. Em muitos casos, o dono do veículo não tem tanto conhecimento técnico sobre peças e pinturas e pode gastar com algo que não ficará de acordo com o gosto e a experiência do potencial comprador – e que, por sua vez, vai descontar do valor da oferta final. Além disso, dependendo do tipo de reparo visual, pode ser que a inspeção do estado de uma peça mais estrutural seja comprometida, permitindo questionamentos se há ocultação de um problema mais grave no carro e, dessa forma, depreciando o valor de venda.

Blindagens e modificações reduzem o valor na revenda
Sim, é verdade. Muitas pessoas gostam de realizar modificações em seus veículos para deixá-los com um toque personalizado e especial, como capôs, pintura e para-choques. Contudo, essa prática impacta diretamente no preço na hora de tentar vendê-lo. Quanto mais distante um veículo estiver do desenho original, mais difícil será encontrar uma pessoa interessada e, com isso, o valor tende a cair. O mesmo vale para blindagens. O custo para instalação e manutenção não é revertido na revenda e o prejuízo fica com o proprietário.

Vale mais vender o carro por conta própria
Um mito bem comum no setor automotivo. As pessoas têm a sensação de que precisam desembolsar uma quantia considerável para que uma empresa faça a venda por eles. Isso pode até ser verdade em alguns casos, mas hoje existem opções seguras, rápidas e eficientes. Os usuários podem, por exemplo, utilizar plataformas online e vários outros meios oferecidos pelas empresas do setor.

BMW, TOYOTA, MERCEDES, AUDI E VW SÃO OS “REIS DO RECALL” NO BRASIL

BMW, TOYOTA, MERCEDES, AUDI E VW SÃO OS “REIS DO RECALL” NO BRASIL

Hoje, os Apps fazem parte da nossa vida como as fichas telefônicas nos anos de 1970. Temos aplicativos para tudo: pedir comida, chamar taxi, pagar contas, editar e tratar imagens e até criar stickers personalizados para usar no WhatsApp. A indústria automotiva também trabalha com aplicativos e inteligência cognitiva. Nesta onda até os recalls podem ser consultados pelo consumidor por meio de simples toques na tela do smartphone. O levantamento do aplicativo Papa Recall mostra que 32% das fabricantes e 8% dos modelos que circulam no Brasil – entre carros compactos até picapes – foram afetados por campanhas nos três primeiros meses de 2019. Uma a cada três dias! Destaques negativos para BMW, Toyota, Mercedes-Benz, Audi e VW.
Os três primeiros meses registraram 34 campanhas, afetando 13 montadoras e 66 modelos diferentes de veículos. Ao todo, em 44% desses recalls afetaram os carros cadastrados no aplicativo. A montadora BMW é a líder de campanhas no trimestre, com oito recalls. A Toyota ocupa a segunda posição, com cinco chamamentos, seguida pela Mercedes-Benz com quatro. (Veja lista abaixo). Detalhe: praticamente um terço das fabricantes (32%) realizou alguma campanha de reparação nesse período, segundo o Papa Recall.

Alemãs e japonesa na mira
Contudo, entre os modelos são os motoristas de Audi que precisaram ficar mais atentos. O Audi A5 teve 12 recalls únicos nos três primeiros meses do ano; enquanto o Audi A4 realizou dez. Já o VW Saveiro ficou na terceira posição com sete. No total, 8% dos modelos que circulam no Brasil foram afetados.
Apesar de não ocupar as primeiras posições de recall no trimestre, a Volkswagen está realizando a recompra de alguns veículos. No total, 194 carros de diversos modelos e anos serão recomprados pela montadora por 100% do valor na Tabela FIPE.

Detetive Virtual
O aplicativo surgiu em fevereiro de 2019 e, desde então, já cadastrou mais de 600 campanhas dos últimos 14 anos, totalizando 2836 recalls únicos, 40 montadoras e 796 modelos diferentes. No total, 16% dos carros com recall no App são Corolla com necessidade de troca do airbag do motorista. Mais de 24 mil veículos já estão sendo monitorados pela solução.
O Papa Recall também trabalha com o conceito “Recall Único”, onde as campanhas são agrupadas por modelos e anos de fabricação afetados. Por exemplo: uma campanha que afeta os modelos A e B dos anos de fabricação 2017 e 2018. Para a montadora é somente um recall, mas o aplicativo considera quatro “recalls únicos”: A-2017, A-2018, B-2017 e B-2018. Assim, as 34 campanhas do primeiro trimestre tornam-se 177 recalls únicos.

“O número mostra não só a importância dos recalls, mas também a necessidade de divulgá-los de forma correta. Tivemos uma campanha a cada três dias no primeiro trimestre de 2019, mas ainda assim são poucos os motoristas que se informam sobre isso. A segurança no trânsito também passa pela necessidade de tirar veículos da rua que podem causar acidentes”, explica Vinicius Melo, CEO do Papa Recall.

Marca – Chamamentos*
BMW – 8 Recalls

X5 xDrive48i (2006 e 2007) – Sistemas de combustível, elétrico e freios
X5 xDrive30d, X5 xDrive30i, X5 xDrive48i, X6 xDrive35i e X6 xDrive50i (2006 a 2008) – Airbag do condutor
X1 sDrive20i (2018 e 2019) – Lanternas laterais traseiras
Série 5 530i e 550i (2005 e 2006) – Suspensão
X3 (2008) – Sistema de combustível
X5 4.8is (2005) – Transmissão
Série 7 750i (2006) – Suspensão
M3, M4 GTS e M4 Coupé (2016) – Eixo-cardã

TOYOTA – 5 Recalls
Corolla Fielder (2004 a 2008) – Airbag do Passageiro
Prius (2011 a 2013) – Falha no sistema híbrido
Corolla (2015 a 2017) – Airbag do Motorista
Etios e Etios Sedan (2015 a 2017) – Airbag do motorista
Hilux (2015) – Airbag do motorista

MERCEDES-BENZ – 3 Recalls
C 180 Coupé, AMG S 63 L 4Matic+ e AMG S 65 L (2018) – Cinto de segurança
AMG S 63 L 4Matic+ e AMG S 63 4Matic+ Coupé (2018) – Direção elétrica
C 180 Coupé (2018) – Controle de estabilidade

  • Fonte: Papa Recall

DEFICIENTES GANHAM NOVO LOCAL DE EXAME DE DIREÇÃO EM SÃO PAULO

A deficiência é uma limitação do indivíduo, mas o problema não pode ser considerado fator de reclusão social. Para dar um melhor atendimento às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida o Governo do Estado de São Paulo, por meio da secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), inaugurou em 14 de maio um novo local de exames práticos de direção veicular esta comunidade que requer cuidados especiais.

Instalado no Centro de Tecnologia e Inovação – Imigrantes, anexo ao Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro, na Zona Sul de São Paulo, o espaço atenderá cerca de 120 candidatos a motoristas com algum tipo de deficiência física por semana.A capacidade pode chegar a 150 atendimentos diários.

Em média, 3.600 pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida fazem mensalmente a prova prática em São Paulo, na unidade Aricanduva do Detran.SP, na Zona Leste. Com o novo local na região Sul, a capacidade mensal praticamente vai dobrar, proporcionando melhor atendimento à população. No total, 12 mil candidatos a motorista fazem exame prático na capital, incluindo aqueles sem nenhuma deficiência.


O novo espaço conta com banheiros acessíveis, hall coberto para espera, três salas para atendimento médico, acessibilidade, auditório e a pista com o trajeto da avaliação. Os alunos chegam ao local, passam por avaliação médica e, em seguida, fazem a prova, também acompanhados de médico e examinador.

SERVIÇO
O passo a passo para o processo de obtenção de CNH para pessoas com deficiência está no portal do Detran.SP (bit.ly/MinhaPrimeiraCNH). Candidatos surdos podem acompanhar um tutorial em Libras (bit.ly/TutorialCNHLibras). Mais informações, acesse: www.pessoacomdeficiencia.sp.gov.br

GOOGLE ANDROID AUTO GANHA NOVO DESIGN E RECURSOS

A Google anunciou uma nova interface do Android Auto, que será lançado para todos os carros compatíveis no segundo semestre. A nova interface foi projetada para facilitar a vida na hora de ir para a rua, mostrar informações ainda mais úteis – que o motorista possa enxergar numa olhada rápida – e simplificar tarefas que costumamos fazer enquanto dirigindo. Lançado há cinco anos para tornar a experiência atrás do volante mais simples, o Android Auto pode ser usado em mais de 500 modelos de automóveis, de 50 montadoras diferentes. Veja abaixo todas as novidades:

Simplicidade na hora de ir para a rua: Quando você liga o carro, o Android Auto continua tocando a música que você estava ouvindo antes, e abre o aplicativo de navegação que você está habituado a usar. Basta tocar sobre um local sugerido ou dizer “OK Google” para saber como chegar ao destino.
Controle dos aplicativos preferidos: A nova barra de navegação mostra instruções a cada curva. Com ela, você pode controlar os apps e o telefone na mesma tela.
Mais ações com menos comandos: A nova barra de navegação também permite controlar os aplicativos com apenas um toque, sem complicações. Você pode ver instruções sobre o percurso a cada curva, voltar alguns segundos o podcast que estava ouvindo ou atender o telefone – tudo na mesma tela.

Comunicação fácil e segura: O novo centro de notificações mostra chamadas recentes, mensagens e alertas – e você escolhe o momento mais seguro para visualizar, escutar e responder.
Cores suaves para os olhos: O design do Android Auto foi aprimorado para se adaptar melhor ao interior de um carro. O tom escuro, com toques coloridos e fontes fáceis de ler, melhora a visibilidade da tela.
Tela adequada a mais modelos de carros: Para automóveis com visores grandes, o Android Auto agora aproveita ainda melhor esse espaço e mostrar mais informações: quando fazer a próxima curva, comandos para voltar ou avançar uma música e controle de telefonemas.

“MECÂNICO VIRTUAL”, ENGIE FAZ DIAGNÓSTICOS DE 10 MIL ITENS

Se você é ligado em carro, manutenção e tecnologia, leia com atenção esta notícia. Disponível para modelos a partir do ano 2002, o Engie – solução que faz diagnósticos de prevenção e manutenção de mais de 10 mil itens de um carro em tempo real – funciona em conjunto com o aplicativo Engie para celular. Criado por uma startup israelense, cofundada por um dos criadores do Waze e do Moovit, Uri Levine, o Engie veio para revolucionar a experiência de manutenção preventiva ao funcionar como um “mecânico virtual”.  

 

O dispositivo Engie verifica o estado geral do veículo e notifica automaticamente o motorista pelo aplicativo caso algum item não esteja funcionando bem. O app, além de indicar oficinas e mecânicos credenciados por região, permite também que o dono do carro peça orçamentos online, arquive informações sobre consumo de combustível. O Engie lembra ainda o motorista onde o carro está estacionado, entre outros serviços úteis. Segundo o fabricante, usados juntos, dispositivo e app são capazes de gerar uma economia de até 30% na manutenção do veículo e em gastos diários.

A instalação é simples e rápida: basta acoplar o dispositivo à entrada OBD2 do carro, que geralmente fica abaixo do volante. Por meio do sistema Bluetooth, o “gadget” envia os dados coletados do carro para o aplicativo Engie baixado no celular. Além de Brasil, o produto só é encontrado em Israel, Reino Unido, EUA, Espanha e México. Nesses países, são 150 mil veículos conectados e 250 mil downloads realizados. No Brasil, um de seus mercados mais promissores, já são 30 mil veículos conectados e 90 mil downloads.

O Engie participa pela primeira vez da Black Friday com desconto de 18% para quem comprar o dispositivo até o dia 25 de novembro.  Os preços variam entre R$ 82, para o sistema operacional Android, e R$ 111, para o iOS. Além disso, a promoção Pague 2 e Leve 3 pelo valor de R$ 164 (Android) e pelo valor de R$ 222 (iOS), valerá até 25 de novembro. A entrega é grátis e a promoção online pode ser acessada no link http://www.blackfriday.engieapp.com.

EM PARCERIA COM A UBER, CAMARO HOT WHEELS CIRCULA EM SP e BH


Você já imaginou solicitar um carro via aplicativo e chegar um Camaro todo customizado para te levar ao seu destino? Isso é possível! Os usuários do aplicativo da Uber que solicitarem um carro (uberX) nas cidades de São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG) poderão ser surpreendidos com um Hot Wheels Camaro em escala real. O Hot Wheels Uber poderá surpreender os usuários do App de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, e sábado e domingo, das 12h à 22h. A ação acontecerá em São Paulo até 14 de outubro e em Belo Horizonte de 15 a 21 de outubro. Desde que o veículo esteja disponível no momento da chamada, excepcionalmente durante o período de vigência da ação, que é realizada em parceria com a Mattel. 

O primeiro Hot Wheels criado pela Mattel foi um Camaro Custom, projetado por Elliot Handler e sua equipe em 1968. Desde então, o Chevrolet Camaro se tornou o carrinho mais desejado pelos colecionadores. Dando continuidade às comemorações do 50º aniversário, Hot Wheels se une à Uber para promover uma experiência exclusiva aos usuários da plataforma de mobilidade, trazendo um Hot Wheels Camaro customizado para as capitais paulista e mineira.


Além disso, o Hot Wheels Uber fará uma parada especial durante o Dia das Crianças. O carro estará estacionado dentro do Parque Villa Lobos, em São Paulo, no dia 12 de outubro, promovendo atividades infantis. A ação ainda dará a oportunidade para os fãs da marca conhecer o ‘carrinho’ – em tamanho natura l – bem de perto. Os passageiros poderão viver uma experiência única e que poderá ser compartilhada nas redes sociais com a hashtag  #ROLÊHOTWHEELS.

PATINETE ELÉTRICO É OPÇÃO DE MOBILIDADE EM SP


Andando esta semana pela Avenida Paulista – centro financeiro de São Paulo – fui surpreendido por mais um modal de transporte: o patinete elétrico, que irá operar em período de testes e uso gratuito, na região da Paulista. Em apenas dois dias, mais de 300 pré-inscrições foram feitas diretamente no site da SCOO, startup de mobilidade responsável pela chegada dessa nova modalidade de transporte ao País. “Embora o sistema esteja em fase inicial, os paulistanos têm sido bastante receptivos em relação à utilização deste novo modal de transporte, que visa atuar como um agregador a outros modais, e não ser um concorrente”, explica Maurício Duarte, sócio-investidor da Seeds Capital e porta voz da SCOO.

Segundo o executivo, a startup seguirá o mesmo modelo usado quando linhas de trens e metrô são inauguradas na cidade: a população terá acesso gratuito e os patinetes estarão disponíveis em todos os dias da semana, em um horário pré-estabelecido.

“A fase inicial – gratuita e que deve durar entre 30 e 90 dias – servirá para testar o funcionamento da operação, a eficiência dos pontos fixos e móveis, e a usabilidade e aceitação do consumidor em relação ao uso do produto”, explica Duarte. Todo início de operação está sujeito a adaptações”, acrescenta o empreendedor.

Presentes em diversas cidades do mundo todo – como São Francisco, Los Angeles, Pequim, Moscou e recém-chegados em Paris- os patinetes elétricos deixaram de ser tendência para ser realidade em vários países.
“Em menos de 1 ano de operação, estima-se que existam mais de 10 mil patinetes elétricos somente nos EUA. A adesão da população é grande, devido ao aspecto sustentável, e o patinete é o transporte ideal para um deslocamento mais ágil, seguro e barato”, explica Duarte.

Durante o período de testes, os patinetes elétricos também estarão disponíveis em outras ciclovias da cidade como:  Avenida Faria Lima e Amaral Gurgel, além de estarem presentes em parques, como o Ibirapuera e o Villa Lobos.
“Queremos testar a usabilidade de perfis de usuários diferentes, seja o que alugará para lazer ou o que usará para se deslocar de uma estação de metrô até o local de trabalho”, comenta o executivo, que pretende colocar até 100 patinetes elétricos na cidade ao longo das próximas semanas.

Aplicativo em teste
A função de bloqueio e desbloqueio dos patinetes elétricos por meio do aplicativo acontecerá a partir de setembro, quando a versão beta será lançada oficialmente. “Neste primeiro momento, é necessário que o usuário interessado faça um cadastro no site da SCOO“, orienta Duarte, dizendo que após aprovação do cadastro, o usuário recebe o link para utilizar o patinete, disponibilizado na Rua Hadock Lobo, 595 – em frente ao Digital Building.

Legislação
Com potência de 250w e velocidade de até 25km, os patinetes elétricos estão dentro da Lei que autoriza bicicletas e patinetes elétricos a circularem nas ciclovias da cidade. Quem for pego fora da ciclovia estará sujeito a receber uma multa de R$ 574,62, aplicada pela Prefeitura de São Paulo e pela CET (Companhia de Engenharia e Tráfego).

Segurança
Os patinetes elétricos possuem certificação de segurança fornecida pela fabricante, e as baterias de lítio-íon foram testadas por um laboratório de padrões de segurança eletrônica. A segurança do condutor também é assegurada. Capacetes serão disponibilizados gratuitamente pela SCOO para todos os condutores.

Tecnologia
O período de teste dos patinetes elétricos do SCOO também servirá para checar a tecnologia aplicada em questões de segurança do produto, protegendo-o contra furtos e avarias por vandalismo. “Todos possuem rastreadores e GPS, além do tempo de uso ser codificado como “pay-per-use”, explica Duarte.

Regras Gerais para uso
• Idade mínima 18 anos de idade
• Uso de capacete próprio ou fornecido pela SCOO, conforme exigido por lei
• Estacionar apenas em locais determinados pela empresa
• Patinar apenas em ciclovias
• Respeito aos sinais de trânsito e aos pedestres
• Acionar sempre o freio do patinete, que possui ABS
Motoristas de patinetes elétricos não devem:
• Jamais andar nas ruas ou calçadas;
• Carregar acessórios que impossibilitem que o condutor guie sem o uso das duas mãos;
• Beber e patinar;
• Dar carona;
• Usar o patinete para corridas, passeios de veículos, acrobacias ou manobras
• Operar o patinete em locais não pavimentados, ou em qualquer local que seja proibido, ilegal e/ou um incômodo para os outros
• Pesar mais do que 120kg – incluindo bagagem.

Salão do Veículo Elétrico

Falando em novas formas de mobilidade urbana, acontece entre 17 e 18 de setembro a 14ª Plataforma Latino-Americana de Veículos Híbridos-Elétricos, Componentes e Novas Tecnologias. Mais importante evento do segmento na América Latina, a feira será um ambiente ideal para o fortalecimento do networking do setor, disseminando conhecimento, novas tecnologias e gerando negócios que tenham potencial para tornar as cidades mais inteligentes e sustentáveis. O evento é dividido em duas frentes: Congresso e Exposição, na qual serão apresentadas todas as soluções para mobilidade urbana, infraestrutura e políticas para veículos sem combustão. Mais informações, acesse: www.velatinoamericano.com.br/

VÍDEO: FUNÇÃO ‘BUZINA’ DO APP GIULIA É SALVA-VIDA PARA SURDOS

VÍDEO: FUNÇÃO ‘BUZINA’ DO APP GIULIA É SALVA-VIDA PARA SURDOS

Comunicação, segurança e inclusão social. Estes são os pilares do aplicativo Giulia, que é uma ferramenta que facilitará a vida dos deficientes auditivos. Hoje no Brasil são 12 milhões de pessoas. Atualmente, a dificuldade de comunicação é a grande barreira para os surdos, tornando sua inclusão social ainda mais difícil e complicada, isso sem falar no analfabetismo desta comunidade. Por isso, o App Giulia foi desenvolvido pela Map Innovation, do professor Manuel Cardoso (abaixo e ao centro) para tentar quebrar essa e outras barreiras.

O aplicativo tem várias funções, entre elas: Tradutor, Chat, Emergência, Babá eletrônica, Despertador, Localizador e Empresa, no qual é possível customizar sinais conforme as necessidade de comunicação dentro do ambiente de trabalho. A Honda deverá ser uma das primeiras empresas no Brasil a adotar o App e incentivar o uso entre seus colaboradores com deficiência auditiva, que hoje somam 109 pessoas.

Recentemente, o App Giulia adotou uma nova função, o “Buzina”, que capta o sinal sonoro da buzina de uma moto ou um carro. Dessa forma o App emite um alerta vibratório e um aviso visual ao smartphone. Ou seja, minimiza os riscos de atropelamento. Confira o vídeo exclusivo do MinutoMotor sobre as funcionalidades e os benefícios do aplicativo que irá melhorar a qualidade de vida dos surdos.

 

Vídeo com legenda para as pessoas com deficiência auditiva