Concurso de customização da Harley terá segunda edição no Brasil

A Harley-Davidson do Brasil promove pela segunda vez o Battle of The Kings, a maior competição mundial de customização de motocicletas H-D. Este ano o concurso reunirá 350 as concessionárias H-D em todo o mundo – ano passado foram 250 inscritos. A entre a rede tem como objetivo reforçar a cultura de customização como uma forma de expressão e liberdade, estimulando os clientes com novas ideias de personalização para suas motocicletas.

Projeto da concessionária Autostar, de São Paulo (SP) / Divulgação

Já que nenhuma Harley é igual a outra, exceto quando sai da linha de montagem. As três motos customizadas mais votadas serão submetidas à avaliação de um juri, que avaliará uma série de critérios para poder votar. O projeto que levar o maior número de pontos pela votação do juri será o grande Custom King Brasil 2019. Ano passado, a vencedora da etapa brasileira foi a Rio Harley-Davidson, do Rio de Janeiro, com o projeto Rusty Rio. http://www.minutomotor.com.br/tag/concurso-de-customizacao/

Projeto da concessionária Rota 67, de Campo Grande (MS) / Divulgação

A votação online para o Battle Of The Kings 2019 no Brasil já está aberta e pode ser feita por qualquer pessoa através do link https://customkings.harley-davidson.com/pt_BR/. As motos concorrentes estão expostas no site com fotos e o descritivo do conceito dos projetos desenvolvidos pela equipe técnica especializada de cada uma das concessionárias participantes. O site estará aberto para receber os votos do público até o dia 15 de agosto.

Projeto da concessionária Tennessee, de Campinas (SP) / Divulgação

Mão na massa
Usando nível máximo de criatividade, cada concessionária customizou uma moto tendo como base modelos das famílias Sportster ou Softail (ano/modelo 18/19 ou 19/19) e com a opção de seguir um dos três conceitos: Dirt (tracker/scrambler/desert sled), Chop (bobber/traditional/hardtail) ou Race (street/sport/track).

Projeto da concessionária ABA, de São Paulo (SP) / Divulgação

A Harley-Davidson coloca como regras que o budget total da customização não pode superar 50% do valor da moto (excluindo valor de mão de obra) e que 50% do valor total da customização precisa ser em peças e acessórios originais da marca. E, por fim, uma das principais condições impostas é de que a motocicleta atenda aos requisitos obrigatórios para rodar nas ruas, respeitando as leis do Código de Trânsito Brasileiro.

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.