EXCLUSIVO: EICMA, O MAIOR SALÃO DE MOTOS DO MUNDO – ITALIANAS

Segue a gente nas mídias
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Enviar via Email

A 76ª edição do Salão de Motos Milão (EICMA 2018), que aconteceu entre 8 e 11 de novembro, na capital econômica da Itália, reuniu exatas 1278 marcas de 44 diferentes países e milhares de visitantes. A maior feira do segmento no mundo foi invadida, literalmente, por fanáticos pelo mundo das duas rodas. O seis megapavilhões ficaram lotados e a ‘capital da moda’ se transformou na ‘cidade da moto’.

Lá era possível ver – e subir – em diversos novos modelos; de marcas, estilos, potência e capacidade cúbica completamente distintas. Das potentes superesportivas até os dóceis scooters, passado pelas aventureiras trails e as tradicionais clássicas. Havia espaço ainda para equipamentos de segurança, inovações tecnológicas e veículos elétricos. Confira as principais novidades deste universo de duas rodas que acontece anualmente em Milão (ITA)

O jornalista Aldo Tizzani, do MinutoMotor, viajou à convite do ITA (Italian Trade Agency) e também do ICE (Agência para a internacionalização das empresas italianas)

Marcas italianas
Aprilia

La Casa de Noale apresentou dois novos produtos bem interessantes, principalmente aos amantes da motovelocidade. A primeira foi a versão 2019 da Aprilia RSV4, que traz motor de 1.100cc mais potente e design ainda mais radical. A outra é a Concept RS 660, uma motoconceito que em breve deverá ganhar a linha de produção.

Ducati

A “Ferrari das motos” trouxe várias novidades ao EICMA, com uma estreia mundial e atualização de vários modelos. Começamos com a Ducati Panigale V4R, considerada uma moto de rua com DNA de pista. Modelo mais potente da Casa de Borgo Panigale, a superesportiva está equipada com motor de quatro cilindros em “V”, a 90º, que gera 221 cavalos de potência máxima – e que pode chegar até 234 cv com a instalação de um escapamento esportivo d Akrapovič. A carenagem do novo modelo foi projetada e desenvolvida pela Ducati Corse – divisão de competição da marca – em parceria com o Ducati Style Center. Tudo pensado para melhorar a eficiência aerodinâmica em alta velocidade. A moto ganhou ainda peças em fibra de carbono, suspensões ajustáveis e muita eletrônica embarcada. Com a Panigale V4R, Ducati competirá no Campeonato Mundial de Superike em 2019.

A nova Hypermotard 950 apresenta uma renovação substancial em comparação com os modelos anteriores 821 e 939, com o retorno do escape (duplo) sob o assento duplo. Já a Multistrada 950 conta com uma nova versão 950S, que agora ganhou suspensão eletrônica. A Diavel 1260 traz uma bela atualização estética e a tradicional linha Monster ganha mais um modelo: a 821 Stealth.

MV Agusta

A MV Agusta sempre mexe com o imaginário do motociclista por meio de seus modelos radicais de exclusivos. Este ano não foi diferente. Destaque para a Brutale 1000 Series Oro. O modelo está equipada com motor de quatro cilindros em linha que gera 208 cv de potência máxima, que pode chegar a 212 com a instalação de um escapamento esportivo. Serão fabricadas apenas 300 unidades e a marca italiana informa que esta macchina atinge 300 km/h.

SWM

Com uma participação muito tímida no mercado brasileiro, a marca que tem sede na cidade de Vares (perto de Milão) exibiu na feira três nakeds com vocação scrambler, que contam com motores de 125, 300 e 400cc. A linha VareZ começa a ser vendida na Europa no início de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *