EXCLUSIVO: Conheça a história de John Harley Jr, o último ‘Harley’ a trabalhar na H-D

William Davidson, Walter Davidson, Arthur Davidson e William Harley são os quatro fundadores da Harley-Davidson / Reprodução

A história da Harley-Davidson se forjou por meio da amizade e curiosidade entre William Harley e os três Davidson: William, Arthur e Walter. Fato mundialmente conhecido e que foi retratado na série “Harley and the Davidsons”, de 2016. Porém, o que muitos entusiastas da marca desconhecem é a história das gerações que se sucederam à frente deste ícone de duas rodas que está prestes a completar 116 anos.

Willie G. e Bill Davidson, respectivamente neto e bisneto do fundador William Davidson / Reprodução

Muitas pessoas já ouviram falar de Willie G. e seu filho Bill Davidson, que são respectivamente neto e bisneto do fundador William Davidson. Hoje, ambos estão ligados ao Museu da Harley-Davidson, que fica em Milwaukee, Winsconsin (EUA). Pai e filho tiveram diversas posições de destaque na dentro da H-D. Willie G., por exemplo, foi diretor de estilo, tendo desenvolvido vários dos modelos icônicos, entre eles: FX Super Glide, FXS Low Rider – que agora ganhou uma bela reedição –, Heritage Softail, Fat Boy, Road King e V-Rod.

Icônica, a Fat Boy foi desenhada por Willie G e ficou imortalizada no cinema / Divulgação

Mas uma pergunta ficou no ar: Por que não há hoje nenhum Harley envolvido nos negócios da companhia? MinutoMotor desvendou, com exclusividade, este mistério!

Árvore genealógica da família Harley / Reprodução

Álbum de família
William Sylvester Harley, um dos quatro fundadores e conhecido por Bill Harley, faleceu em setembro de 1943, aos 62 anos devido a um ataque cardíaco durante uma partida de golfe. Bill Harley deixou três filhos: William James Harley, Ann Harley Kohl e John Edward Harley.

William J. Harley seguiu os passos do pai trabalhando como engenheiro-chefe na Harley-Davidson. Desenvolveu modelos icônicos como o modelo K e as Sportster, que seguem em linha até hoje. Faleceu, na ativa, em agosto de 1971, aos 59 anos, vítima de complicações de Diabetes. William J. Harley teve quatro filhos: William, Mary, Robert e Roseanne, porém nenhum deles seguiu carreira dentro da companhia. Ann Harley Kohl também nunca se envolveu nos negócios da Harley-Davidson.

A H-D WLA foi usada no Segunda Grande Guerra Mundial pelas Forças Aliadas / Divulgação

Já John Edward Harley se juntou a companhia em 1939 como desenhista e, quando a Segunda Guerra Mundial eclodiu, participou ativamente do recrutamento de soldados motociclistas que foram enviados ao front de batalha. Quando retornou a vida civil se tornou chefe do departamento de peças e acessórios da Harley-Davidson. Faleceu em dezembro de 1976, aos 61 anos, vítima de câncer. A sua última moto, uma Sportster azul, está exposta no museu da H-D. Já os descendentes de John Edward Harley pilotam Harleys até hoje – só pilotam! São eles: John E. Harley Jr, James Patrick Harley e Sarah Ann Harley-O’Hearn.

Família Harley: Patrick Harley, John E. Harley Jr com a esposa Kate, Bruce O-Hearn e Sarah Harley, William Harley e Jessica M. Harley / Reprodução

John E. Harley Jr, o último “H” da H-D
Dos três filhos de John Harley – filho do fundador William Harley – apenas John Jr (em raríssima foto sobre a H-D Road Glide marrom e creme) seguiu em breve carreira dentro da companhia. Nunca esteve em uma posição de liderança. Por uma regra imposta pelos próprios fundadores, os filhos e membros das futuras gerações deveriam sempre começar “de baixo”. Teriam de iniciar suas atividades fazendo todo o tipo de trabalho e, assim, ir galgando posições dentro da H-D.

O prédio da Harley-Davidson em Milwaukee em meados da década de 1980 / Divulgação

Foi assim com John Jr, que começou manuseando peças defeituosas da linha de produção ou aquelas devolvidas pelas revendas devido a problemas de qualidade e garantia. O ano era 1975 e os problemas de qualidade geravam muitas dores de cabeça para a marca. Logo foi criado o “departamento 21”, como era chamado esta divisão. Em função da qualidade (ou falta dela), o setor sempre tinha muito trabalho.

O presidente Ronald Regan visita a planta da H-D em York, Pensilvânia / Reprodução

Em 1982, John Harley Jr foi promovido a expedidor de produção. Período em que a marca enfrentava uma grave crise e que se seguiram mesmo depois da recompra da Harley pelo “Grupo de 13 Executivos”, em 1981. Com a nova administração houve um corte radical no quadro de funcionários. Cerca de 1600 pessoas perderam seus empregos, dentre eles John Harley Jr, o último Harley a trabalhar na Harley-Davidson.

Desde então, nenhum descendente de William S. Harley teve participação na centenária Harley-Davidson. Segundo a irmã Sarah Ann Harley-O’Hearn, “John Jr não guarda nenhum tipo de mágoa ou ressentimento”. Na sua vida pós-Harley, John Jr trabalhou como carteiro nos arredores de Milwaukee.

Patrick Harley com sua H-D Electra Glide equipada com sidecar / Reprodução

Por longos anos, o “herdeiro” John E. Harley Jr ficou afastado das motos H-D. Porém, após pilotar uma Cafe Racer, de 1977, desenhada por Willie G, ele voltou a dar suas voltinhas por Milwaukee. Hoje, aos 74 anos, John Jr vive recluso, longo dos holofotes e, principalmente, das entrevistas. É dono de Road Glide, edição comemorativa de 95 anos da marca.

Conto de fadas às avessas, essa é a história do herdeiro John Jr, um homem simples, que teve uma vida pacata, porém que carrega um sobrenome de peso que é reverenciado por milhões de motociclistas pelos quatro cantos do mundo. Só para comparar, no último balanço, de 2018, o faturamento da H-D foi de US$ 5.7 bilhões. Mas não se esqueçam: o nome dele é Harley, John Edward Harley Jr!

Sarah Harley, Jean Davidson e Mary Harley separando fotos para o álbum das famílias / Reprodução

Esta história só está sendo revelada, com exclusividade, graças a generosidade de Jean Davidson, prima do Willie G. Davidson, e de Sarah Ann Harley-O’Hearn, irmã de John Jr, que enviaram ao MinutoMotor o álbum das famílias Harley e Davidson (abaixo), que é uma coletânea de fotos raras de várias gerações dos fundadores da centenária companhia.

Fotos raras foram publicadas no "Harley-Davidson Family Album" / Reprodução

Edição Aldo Tizzani e produção Daniel Morel, do Blog Dr. Dan, especial para o MinutoMotor

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.