Fiat Cronos Drive 1.8, com câmbio automático, traz “pegada” esportiva

Fabricado em Betim (MG), o Cronos é o sedã pequeno da Fiat / Luiza Kreitlon / AutoMotrix
Fabricado em Betim (MG), o Cronos é o sedã pequeno da Fiat / Luiza Kreitlon / AutoMotrix

A política agressiva de preços talvez ajude a explicar porque o Fiat Cronos foi um pouco menos afetado pela crise causada pelo coronavírus do que outros modelos. O modelo fabricado em Betim (MG) ocupa a terceira posição entre os sedãs pequenos, com 5.768 unidades emplacadas. Perde apenas para o Ka Sedã (10751) e para o Hyundai HB 20S (7.207). A configuração básica 1.3 com câmbio manual, procurada predominantemente por frotistas, parte de R$ 59.990. Mas a versão mais acessível efetivamente disponível aos consumidores comuns é a Drive – não por acaso, a mais procurada nas concessionárias. É oferecida com motor 1.3 com câmbio manual (R$ 62.990) ou automatizado GSR (R$ 66.990). Com propulsor 1.8 E.torQ e transmissão automática de 6 marchas, sai por R$ 69.990. Acima da Drive 1.8 com câmbio automático existem as versões Precision (R$ 75.490) e HGT (R$ 78.490), entretanto, ambas trazem o mesmo “powertrain” da Drive automática e acrescentam apenas equipamentos e adereços.

O carro mede 4,36 metros de comprimento / Luiza Kreitlon / AutoMotrix
O carro mede 4,36 metros de comprimento / Luiza Kreitlon / AutoMotrix

Ao abrir mão de alguns equipamentos de conforto, conectividade e conveniência, que acabam encarecendo os carros e em algumas vezes são pouco utilizados, o Cronos 1.8 Drive automático acaba ganhando pontos na relação custo/benefício. No entanto, o preço sugerido inicial de R$ 69.990 vale somente se o modelo for na cor Preto Vulcano. As outras cores sólidas Vermelho Montecarlo e Branco Banchisa acrescentam R$ 950 à fatura. Já as metálicas (como o Cinza Silverstone do modelo testado) e perolizadas encarecem o sedã em R$ 1.730. São oferecidas para essa versão dois kits de opcionais: Convenience e Stile, cujos preços dos kits variam entre e R$ 2.950 e R$ 3.990. Como acessórios, são disponibilizados ainda para essa versão protetor de cárter, friso lateral texturizado, friso lateral cromado e iluminação interna traseira.

O Cronos conta com central miltimídia com tela de 7 polegadas / Luiza Kreitlon / AutoMotrix
O Cronos conta com central miltimídia com tela de 7 polegadas / Luiza Kreitlon / AutoMotrix

Sem excessos nem carências

O aproveitamento de espaço sempre foi um ponto alto dos modelos da Fiat, mas o Cronos manteve o entre-eixos do hatch Argo – ou seja, atrás, dois adultos e uma criança viajam bem, porém, três adultos ficam um tanto compactados. Os bancos oferecem ergonomia correta, com espumas de densidade macia. Pena que o apoio do braço do motorista atrapalha um pouco o acionamento do freio de estacionamento. No geral, os comandos são bem posicionados e a tela sensível ao toque de 7 polegadas localizada no console central – que lembra um tablet – dá amplo acesso à central multimídia, interagindo com smartphones com Android Auto e Apple Car Pay e obedece a comandos de voz.

O sedã da Fiat traz porta-malas um pouco maior que o do VW Virtus / Luiza Kreitlon / AutoMotrix
O sedã da Fiat traz porta-malas um pouco maior que o VW Virtus / Luiza Kreitlon / AutoMotrix

A bordo, existe um bom número de porta-objetos, mas são mais rasos do que o desejável. O porta-malas, de 525 litros, é similar ao do seu concorrente Virtus, que tem 521 litros. Pena que as alças da tampa roubem um pouco de espaço. Pelo menos, elas têm molas que limitam o retorno da tampa do bagageiro na abertura.

O Cronos usa motor flex de 139 cv de potência / Foto Luiza Kreitlon / AutoMotrix
O Cronos usa motor flex de 139 cv de potência / Foto Luiza Kreitlon / AutoMotrix

Impressões ao dirigir

O motor flex 1.8 de 139 cavalos de potência e 19,3 kgfm de torque do Cronos automático é o mesmo que movimenta a picape Fiat Toro e o Jeep Renegade. Está um tanto “datado” – novos motores para a linha de compactos da FCA são anunciados para 2021 – e passa longe de ser um primor em termos de eficiência energética. Com médias de 6,7 km/l na cidade e 9,3 km/l na estrada com etanol e 9,8 km/l na cidade e 13,3 km/l na estrada com gasolina, o Cronos 1.8 Drive automático recebeu do Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem a pouco edificante classificação “C” na comparação absoluta geral e “D” na relativa à categoria.

O sedã conta com entre-eixos de 2,52 metros /Luiza Kreitlon / AutoMotrix
O sedã da Fiat conta com entre-eixos de 2,52 metros /Luiza Kreitlon / AutoMotrix

 Se as visitas aos postos de combustível podem se tornar mais frequentes que o desejável, pelo menos o desempenho não deixa a desejar. No Cronos 1.8 Drive, arrancadas e ultrapassagens acontecem sem esforço aparente. O torque máximo de 19,3 kgfm está disponível em 3.750 rotações, todavia, aos 2 mil giros, o sedã já acelera com bastante vontade. É um conjunto mecânico que não desaponta quem tem um estilo mais “nervoso” de dirigir.

Design do carro no melhor do estilo italiano / Luiza Kreitlon / AutoMotrix
Design do carro no melhor do estilo italiano / Luiza Kreitlon / AutoMotrix

Embora sua suspensão seja balanceada para o conforto, o Cronos se sai bem nas curvas rápidas. Nas de raio longo, há uma discreta tendência de sair de frente, porém, nada preocupante. O controle eletrônico de estabilidade, que é de série na versão, atua de forma precisa se o motorista abusa do acelerador nas curvas. Nas frenagens, o bom equilíbrio do conjunto suspensivo fica bem evidente. A dianteira mergulha sutilmente, enquanto a traseira se mantém sob controle.

Texto: Luiz Humberto Monteiro Pereira / AutoMotrix

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.