Fiat Strada Freedom Cabine Plus: o sucesso vem da caçamba, que comporta 1.354 litros

Junto ao novo design, a nova geração da Strada apresentou uma inédita configuração cabine dupla com quatro portas e homologada para cinco pessoas. Disponível em três tipos de acabamentos – Endurance, Freedom e Volcano –, essa configuração permitiu à Strada brigar por consumidores que normalmente optariam pelos hatches para poder levar cinco pessoas. A Strada Freedom Cabine Plus, a mais equipada com cabine simples, é bastante procurada pelos praticantes de esportes radicais, que precisam transportar motocicletas, bicicletas ou pranchas. Seu preço começa em R$ 78.390, na cor sólida Preto Volcano. Com todos os opcionais e na cor do veículo avaliado, a Strada Freedom Cabine Plus sai por R$ 84.600.

Em termos de “powertrain”, as versões de entrada Endurance da Strada são equipadas com o 1.4 Fire, que gera potência de 88 cavalos a 5.750 rpm (etanol) e 85 cavalos a 5.750 rpm (gasolina). Seu torque é de 12,4 kgfm com gasolina e 12,5 kgfm com etanol, os dois a 3.500 rpm. A partir da versão Freedom até a “top” Volcano, a Strada dispõe do motor 1.3 Firefly de quatro cilindros também presente no Argo, com 109 cavalos de potência a 6.250 rpm e 14,2 kgfm de torque (etanol). Com gasolina, são 101 cavalos a 6 mil rpm e torque de 13,7 kgfm a 3.500 rpm. A transmissão é manual de 5 marchas – não há opção automática. Provavelmente ainda este ano, a picape receberá os novos motores Firefly com turbocompressor, injeção direta de combustível e controle eletrônico das válvulas de admissão.

Espaços peculiares – Dentro da Strada Freedom Cabine Plus, tudo é simples, porém, funcional. Os plásticos duros dominam todo o painel e nas portas. O volante tem regulagem de altura, mas não de profundidade. Há lugares específicos para celulares, garrafas, latas e outros objetos pessoais. Os dois para-sóis tem espelhos e há luz de leitura. A versão avaliada trazia um opcional importante – a central multimídia Uconnect com tela de 7 polegadas, que agrega funções como navegação via Waze e Google Maps, música via streaming ou MP3, reconhecimento de voz e leitura e resposta de mensagem “handsfree” para SMS e WhatsApp.

O espaço atrás dos bancos permite levar volumes pequenos. Entretanto, a maior atração para quem busca a Strada Freedom Cabine Plus está fora da cabine – é a ampla caçamba de 1.354 litros e 720 quilos de carga. Ela tem 1,71 metro de comprimento – a das versões com cabine dupla tem apenas 1,17 metro. Supera a da Toro em volume, no entanto, não em capacidade de carga – a da Toro carrega 1.054 litros e uma tonelada. Na Freedom Cabine Plus, a caçamba vem com capota marítima, ganchos para amarração de carga, luz de iluminação e grade de proteção no vidro traseiro. A tampa da caçamba tem um sistema que amortece o peso em 60% e o para-choque traseiro vem com estribos antiderrapantes, para facilitar o acesso.

Proposta abrangente – Apesar de ter sua substituição pelos novos motores Firefly com turbocompressor prevista para este ano, o atual 1.3 Firefly de quatro cilindros aspirado, com seus 109 cavalos de potência e 14,2 kgfm de torque (com etanol), não faz feio e entrega boa desenvoltura à picape de 1.092 quilos. No uso urbano, a Strada Freedom Cabine Plus é um veículo dócil. Sua direção eletricamente assistida torna fácil manobrar e ganha rigidez progressivamente quando a velocidade aumenta. O câmbio manual de 5 marchas mantém o padrão dos compactos recentes da Fiat – é um tanto mole e de curso longo. Uma sexta marcha seria bem-vinda.

Dinamicamente, a Strada apresenta um comportamento similar ao dos sedãs compactos. Quase não se nota tanto aquela traseira um tanto “solta” comum às picapes de tração dianteira com caçamba vazia – evidentemente, quando o compartimento de carga está carregado, ajuda a “assentar” mais o veículo nas curvas rápidas. A suspensão é elevada, sendo que a traseira tem eixo ômega e molas parabólicas longitudinais, permitindo à picape se comportar dignamente, em qualquer tipo de piso e com diferentes níveis de carga.

Nas trilhas ou estradas mais maltratadas, a plataforma MPP entrega um razoável nível de conforto e boa dirigibilidade. Colaboram nesse sentido equipamentos como controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e controle de tração avançado E-Locker (TC+), um sistema voltado para situações em terreno escorregadio e com a roda patinando. Ao acionar a tecla TC+, o sistema transfere mais torque para a roda com maior contato no solo por meio do diferencial para vencer os obstáculos do off-road. O mesmo TC+ ativa o ABS Off-Road, uma calibração que aprimora o comportamento de frenagem da Strada Freedom Cabine Plus em superfícies deformáveis (areia, terra, brita e neve).

Texto: Luiz Humberto Monteiro Pereira / AutoMotrix
Fotos: Luiza Kreitlon / AutoMotrix

Ficha técnica
Fiat Strada Freedom Cabine Plus

Motor: 1.3 Firefly, transversal dianteiro, flex, 1.332 cm³, quatro cilindros, duas válvulas por cilindro, eixo de comando de válvulas, ignição eletrônica digital incorporada ao sistema de injeção eletrônica. Tração dianteira.
Diâmetro x curso: 70 x 86,5 mm
Taxa de compressão: 13,2:1
Potência: 101 cavalos (gasolina) a 6 mil rpm/ 109 cavalos (etanol) a 6.250 rpm
Torque: 13,7 kgfm (gasolina)/ 14,2 kgfm (etanol) a 3.500 rpm
Transmissão: manual de 5 marchas à frente e uma à ré
Carroceria: picape com duas portas e dois lugares. 4,74 metros de comprimento, 1,73 metro de largura do veículo, 1,60 metro de altura e 2,74 metros de entre-eixos
Freios: frontal com disco ventilado e traseiro a tambor
Suspensão: dianteira tipo McPherson com rodas independentes, barra estabilizadora, amortecedores hidráulicos telescópicos e molas helicoidais. Traseira tipo eixo rígido com amortecedores hidráulicos e molas parabólicas longitudinais.
Direção: elétrica com pinhão e cremalheira
Rodas: rodas em liga leve de 15 polegadas
Pneus: 195/65 R15
Peso: 1.092 kg
Capacidade de carga: 1.354 litros e 720 quilos
Tanque de combustível: 55 litros
Preço: a partir de R$ 78.390. Na cor Vermelho Montecarlo e com os opcionais protetor de cárter, Pack Tech e Pack Safety (presentes no modelo avaliado), sai por R$ 84.600.