Harley atualiza programa “More Roads to Harley-Davidson” e apresenta novos modelos

O programa irá reforçar as vendas e aumentar o número de lançamentos / Reprodução

Em 24 de setembro, sem muito alarde, a Harley-Davidson fez atualizações no programa “More Roads to Harley-Davidson” e divulgou novas informações sobre os futuros modelos que a companhia norte-americana começará a lançar a partir de 2020. A primeira grande novidade em termos de estratégia comercial foi a criação de equipes para conectar a marca aos potenciais consumidores por meio de uma ação batizada de “Amplify Brand”, na tradução: “Amplificação da Marca”.

A Harley quer aumentar sua participação em todo o mundo / Divulgação

O objetivo desta abordagem mais direta é criar motociclistas e mantê-los pilotando, independente da experiência, fase da vida, idade etc. Ou seja, a missão é manter os consumidores ativos dentro da marca. Para isso, a H-D pretende aumentar o número de harlistas para quatro milhões até 2027. Só para comparar, em 2017 já haviam três milhões rodando nos Estados Unidos. Para os mercados internacionais o objetivo é aumentar em 50% a receita anual até 2027.

A Harley fabricará motos de baixa cilindrada em parceria com a  chinesa Qianjiang / Reprodução

A parceria com a chinesa Qiajiang Motorcycle Company produzirá motocicletas entre 250/500cc e ajudará a Harley nesta retomada de crescimento fora dos domínios de Donald Trump. As motos de baixa cilindrada da H-D serão destinadas, primeiramente, a China, e depois para todo mercado asiático. As vendas começam já no final de 2020.

A H-D promete duas versões da bigtrail Pan America / Divulgação

Confira as futuras Harley

  • A linha Aventure Touring (já nomeada como Pan America) terá duas versões com motores diferentes. Uma para 2020 e outra para 2021.
  • A família Streetfighter terá cinco versões e com plano de lançamento também de uma moto já em 2020, três em 2021 e mais uma em 2022.
A Harley ganhará um modelo custom no melhor estilo scrambler  / Reprodução

A família Custom foi renomeada para High Performance Custom e será formada por cinco versões. Três esperadas para 2021 e mais duas para 2022. Destaque para uma versão no melhor estilo scrambler. Com escapamento mais alto na lateral direita (acima).

A marca norte-americana apresentará novos modelos elétricos / Reprodução

Para as motocicletas elétricas a H-D criou subdivisões:

  • High Power: a já conhecida LiveWire.
  • Mid Power: Com um novo conceito apresentado e esperado para 2021-2022.
  • Low Power: O conceito (abaixo) já havia sido exibido. Está quase finalizado e suas vendas devem começar entre 2021/2022.
O conceito Low Power deve virar realidade entre 2021 e 2022 / Reprodução

Texto Aldo Tizzani, com consultoria técnica de Daniel Morel, do Blog Dr. Dan, especial para o MinutoMotor

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.