CLÁSSICAS INVADEM O CENTRO DE SÃO PAULO

Fotos Johanes Duarte/photoandroad.comMuitas vezes o motociclista precisa de um certo ‘incentivo’ para sair de casa com sua moto. Compartilhar seu assunto preferido, tomar café com amigos, pegar a estrada, fazer novas amizades ou rodar por lugares que, de tão conhecidos, muitas vezes passam despercebidos. Pensando em reunir amigos em torno de uma paixão, a Triumph organizou o “Classic Brit Riders”, primeiro passeio de motocicletas clássicas da capital. Os grupos se concentraram na manhã ensolarada de sábado, 21 de abril, feriado de Tiradentes, nas concessionárias Triple e Autostar e seguiram para a Praça Charles Miller, no Estádio do Pacaembu.

Lá cerca de 300 motos ocuparam boa parte do templo do futebol paulista. Dezenas de motociclistas e suas máquinas de estilo retrô trouxeram mais cor e alegria ao Pacaembu. A maioria eram Triumph, mas não faltaram modelos de outras marcas como, por exemplo, Honda, Harley e Suzuki. Ou seja, neste democrático espaço do futebol todos estavam unidos pela mesma paixão: a motocicleta. Destaque para a Bonneville T100 (abaixo), toda personalizada, na qual ex-jogador inglês David Beckham rodou pela Selva Amazônica para produzir um documentário para a BBC.


Depois de muitos abraços, sorrisos e, é claro, muitas selfies foi hora de dar mais personalidade às ruas de São Paulo. As clássicas motos cruzaram o centro-velho da capital e depois seguiram para a Zona Sul, para o charmoso bairro de Moema. A confraternização final foi na Casa Murdock, misto de barbearia, tabacaria e hamburgeria. Lá foram sorteados cortes de cabelo, charutos e boné.


Para Waldyr Ferreira, gerente geral da Triumph do Brasil, o encontro superou todas as expectativas e, com certeza, acontecerão novas edições do Brit Riders. “Além de reunir amigos em prol de uma mesma paixão, as motocicletas clássicas estão ganhando espaço na vida dos brasileiros. Esteticamente são modelos que nos remetem aos anos dourados do motociclismo, mas, hoje, apresentam uma boa dose de tecnologia”, afirma Ferreira (abaixo e ao centro, de camiseta branca).

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.