Nova BMW S 1000 RR ‘M’: mais perfumaria e o mesmo motor de 207 cv de potência

Com muito “barulho” e “Live” em suas plataformas digitais, a BMW apresentou a S 1000 RR pacote M. Com preço sugerido de R$ 118.750, a nova versão da superesportiva da marca alemã é montada em Manaus (AM). Como diferenciais em relação ao modelo standard, a “M” traz rodas em fibra de carbono e nova bateria de lítio (que ajudou a diminuir o peso total da moto e melhorar a relação peso-potência), pintura exclusiva, bancos esportivos e kit chassi com opção de ajuste da balança e amortecedor traseiro. Muito pouco para uma moto que ostenta o “M” da divisão Motorsport da BMW, que está em atividade desde a década de 1970.

O motor da nova BMW S 1000 RR pacote M é o tradicional quatro cilindros em linha com 207 cv e 11,5 Kgf.m de torque máximo. Ou seja, é o mesmo propulsor da versão standard. A marca poderia ter sido mais ousada e, pelo menos, ter feito um novo mapeamento da injeção ou equipado a superesportiva com um novo escapamento para dar mais uns cavalinhos ao quatro em linha alemão.

Entre os principais atributos da nova versão estão as rodas de fibra de carbono. 1,7 quilo a menos, que se traduz em uma massa rotacional mais baixa e um melhor comportamento dinâmico em termos de aceleração e frenagem, tornando o controle do modelo mais fácil, principalmente em altas velocidades. A nova bateria de lítio, dois quilos mais leve em comparação à bateria da antiga geração, também contribui para a redução de peso do conjunto (193,5 quilos na versão pacote M, contra 197 quilos da versão Premium). A moto conta ainda com Quick Shift bidirecional. Ou seja, trocas de marchas – para cima ou para baixo -, sem a necessidade de acionamento da embreagem.

Outro ponto positivo é o kit chassi M, que oferece ao usuário a possibilidade de alterar a geometria do quadro em função de ajustes mais precisos na balança e amortecedor traseiro (três pontos de fixação). Assim é possível aumentar e diminuir a distância entre-eixos – e, consequentemente um melhor ajuste fino para circuitos mais travados ou que apresentam longas retas. Agora a suspensão é Marzocchi e pneu traseiro é mais largo, com 200mm.

Eletrônica embarcada – A S 1000 RR M conta com quatro modos de pilotagem: Rain, Road, Dynamic e Race. Há também a opção Modo Pro que oferece outras três configurações totalmente configuráveis (Race Pro 1, 2 e 3), ideais para track day. Os outros recursos do Modo Pro são o Launch Control (Controle de Tração) para arrancadas perfeitas e o Limitador de Pit-Lane (controle de velocidade nos boxes). A moto conta ainda com controle de tração e ABS com acionamento em curvas, que também não são novidades na versão M. Agora o que nos resta é esperar e colocar lado a lado, na pista, a BMW S 1000 RR pacote M e a Ducati Panigale V4 S, com seu motor de 217 cv, 12 quilos de torque e peso de 174 kg (à seco). O modelo italiano custa R$129.990.

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.