O bê-á-bá da moto – Parte 1 – Diferenças de estilos e uso

Há motos para todos os gostos, utilidades e bolsos / Mario Villaescusa

Basicamente, todas as motocicletas são iguais. Contam com guidão, motor, câmbio, banco, farol, painel etc. Porém as motos podem ser bastantes diferentes em termos de arquitetura e utilização, isso se analisarmos cada estilo. Segundo a associação do setor (Abraciclo) o segmento de duas rodas se divide em 11 categorias. Confira suas principais características e alguns exemplos que podem ser bastante úteis para quem quer ganhar tempo, economizar dinheiro ou simplesmente ter novas experiências no “planeta moto”! Mas não esqueça, com a CNH, categoria “A” em mãos, vá se acostumando com a dinâmica deste veículo no trânsito. Comece pelos modelos de menor capacidade cúbica até chegar à moto de seus sonhos.

Jet 50 é um modelo urbano para deslocamentos curtos / Divulgação

Ciclomotor – Veículo de duas equipado com um motor de combustão interna, cuja cilindrada não ultrapasse a 50 cm³. Exemplo: Jet 50, da Shineray.

As motonetas, como a Biz, são uma unanimidade entre as mulheres  / Divulgação

Motoneta – Motociclo underbone (compacta), destinado ao uso urbano, de baixa cilindrada e equipado de câmbio automático ou semiautomático. Exemplos: Honda Pop e Biz.

A Dafra TVS Apache 200  fica posicionada entre a Honda CG e Yamaha Fazer / Renato Teixeira

Street – Motocicleta de baixa ou média cilindrada destinada ao uso urbano. Exemplos: Honda CG 160, Yamaha Fazer 250 ou Dafra TVS Apache.

A facilidade de pilotagem e o conforto são destaques entre os scooters  / Divulgação

Scooter – Motociclo de câmbio automático ou semiautomático, concebido para privilegiar o conforto e de uso “urbanóide”. Exemplos: Yamaha NMax, Honda PCX ou Dafra Citycom.

Radicais esteticamente e com motores à mostra, as nakeds são objetos de desejo  / Divulgação

Naked – Motocicleta sem carenagem, com motor exposto e alto desempenho. Idealizada para a rodar em pisos pavimentados. Exemplos: Honda CB 500F, Kawasaki Z900 ou Triumph Street Triple.

As trails podem rodar no asfalto ou na terra sem problemas  / Divulgação

Trail – Motocicleta de baixa ou média cilindrada destinada ao uso misto – terra e asfalto. Exemplos: Royal Enfield Himalayan, Yamaha Lander ou XRE 300, da Honda.

As bigtrail podem enfrentar qualquer tipo de terreno em qualquer tipo de aventura / Divulgação

Bigtrail – Motocicleta de média ou alta cilindrada destinada ao uso misto: rodovias pavimentados ou estradas de terra. Exemplos: BMW R 1250 GS ou Honda Africa Twin ou Triumph Tiger 1200.

Os modelos off-road são exclusivos para rodar na terra  / Divulgação

Off-Road – Motocicleta de qualquer cilindrada destinada exclusivamente à utilização em pisos não pavimentados. Exemplos: Yamaha YZ 250F ou Honda CRF 250F.

As motos da categoria Sport usam carenagens, são potentes e oferecem muita eletrônica  / Divulgação

Sport – Motocicletas de altas e médias cilindradas com carenagem que privilegiam o alto desempenho. Exemplos: Ducati Panigale V4, Honda CBR 1000RR e Kawasaki Ninja ZX-10R. Estas superesportivas também poder ser usadas em track-days e em competições de motovelocidade.

As custom são indicadas para quem quer curtir a paisagem, sem pressa  / Divulgação

Custom – Motocicleta caracterizada pela baixa altura do assento e por sua vocação estradeira, que não prioriza a velocidade, mas sim o conforto. Exemplos: Kawasaki Vulcan 650, Harley­-Davidson De Luxe e Fat Boy.

Os modelos touring esbanjam espaço para bagagem, além de conforto e tecnologia  / Divulgação

Touring – Motocicletas de alta cilindrada concebidas para utilização em longas viagens e em rodovias bem pavimentadas. São modelos que esbanjam conforto e tecnologia. Exemplos: Harley-Davidson Ultra Limited, BMW K 1600 GTL e Honda Gold Wing.

A Triumph Speed Twin é uma representante das clássicas modernas  / Divulgação

Podemos acrescentar a esta lista subcategorias como, por exemplo, as crossovers (as Honda CB 500X e NC 750X e Yamaha Tracer 900), as clássicas modernas (Triumph Speed Twin – acima – e as Royal Enfield Interceptor/GT), as aventureiras esportivas (BMW S 1000XR e Ducati Multistrada 1260) e também as power cruisers (Triumph Rocket 3 e a Harley-Davidson FXDR 114).  

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.