Pirelli inaugura área Motorsport para a fabricação de pneus de competição

O pneu é formado por uma complexa composição química / Divulgação

Fabricar pneus é alquimia pura. Reúne em uma mesma composição borracha natural, borracha sintética e uma dezena de outros componentes químicos. Hoje, o pneu de competição – fabricado de forma artesanal – ganhou mais um centro de excelência. A Pirelli apresentou em sua fábrica de Campinas (SP) uma nova área que produzirá exclusivamente pneus de alta performance. O Módulo Competições concentrará todas as linhas de produtos racing, dedicadas ao Brasil e América Latina (Argentina e Costa Rica).

O Módulo de Competições ocupa uma área de 450 metros quadrados / Divulgação

“A Pirelli está presente há mais de um século nas competições automobilísticas, produzindo pneus de alto conteúdo inovador e tecnológico. A modernização do módulo de competição da fábrica de Campinas acompanhou o crescimento da demanda por pneus das diversas categorias”, diz Cesar Alarcon, CEO e vice-presidente sênior da Pirelli para a América do Sul. “No Brasil já se vão 40 anos apostando e investindo no esporte a moto. E neste período nossos produtos foram evoluindo com as categorias”, conclui Alarcon.

Serão fabricados 50 mil pneus ano de competição de 42 medidas / Divulgação

O Módulo Competições da Pirelli, que ocupa uma área de 450 metros quadrados, emprega 15 funcionários especializados. A capacidade produtiva é de 50 mil pneus por ano, com 42 medidas diferentes e capazes de oferecer o máximo em performance aos mais diversos carros e campeonatos. Detalhe: o ferramental veio da Itália.

A linha de produtos vai do slick até modelos usados em picapes no off-road / Divulgação

A marca produzirá pneus que vão da linha on-road à off-road, slick e de chuva, pertencentes às famílias P Zero, Cinturato e Scorpion Rally. Dentre as categorias que utilizam os pneus produzidos no Módulo, estão Rally dos Sertões, Stock Light e Mercedes-Benz Challenge no Brasil; Super TC 2000, Formula Renault 2.0 e Fiat Competizione na Argentina; e CTCC e Toyota Yaris Cup na Costa Rica.

A categoria Stock Light usa pneus slick da Pirelli / Divulgação

Em 2020, a fornecedora oficial da Formula 1 equipará 200 carros na América Latina, que participarão de 70 eventos e 120 corridas. Estes modelos percorrerão 1,2 milhão de quilômetros que, só para comparar darão 30 voltas em redor da Terra, ida e volta.

O processo é artesanal e requer muita habilidade do colaborador / Divulgação

“A empresa investirá mais US$ 500 milhões até 2021 para modernização da fábrica e, consequentemente, apresentar um novo mix de produtos para a América Latina”, revela Franklin Villareal, diretor da planta da Pirelli em Campinas.

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.