Prefeito da cidade de São Paulo decreta rodízio mais restritivo, motos continuam isentas

As motos sempre estiveram fora do rodízio municipal / Reprodução
As motos sempre estiveram fora do rodízio municipal / Reprodução

Na manhã fria desta quinta-feira (7/5), o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, decretou a volta do rodízio municipal, só que de forma mais restritiva numa tentativa de aumentar o isolamento social na cidade. “O rodízio será ainda mais restritivo porque questões extremas exigem medidas extremas. Não dá pra gente não adotá-lo quando a ocupação dos leitos de UTI passam de 80%”, afirmou Covas.

Hoje as motos fazem parte dos serviços essenciais de São Paulo / Denis Armelini - MM
Hoje as motos fazem parte dos serviços essenciais de São Paulo / Denis Armelini – MM

As motos, que hoje fazem parte dos serviços essenciais – entregas delivery de alimentos, remédios etc – estão fora das novas normas de circulação de veículos. Aliás, as motos sempre ficaram fora do rodízio municipal. As excepcionalidades da proibição de circulação fixada pelo rodízio municipal estão previstas no artigo 3º, Cap. II do Decreto 58.584/18 e a moto e similares se enquadram na legislação vigente. A restrição não vale também para os veículos que já tinham isenção de rodízio, como polícia, corpo de bombeiros, exército, entrega de gás e ambulâncias, serviço funerário, coleta de lixo e agora será ampliada para os profissionais de saúde.

Moto é sinônimo de agilidade e faz a economia girar / FFGodoy
Moto é sinônimo de agilidade e faz a economia girar / FFGodoy

Segundo reportagem do R7, a medida começa a valer nesta segunda-feira (11) por 24 horas, inclusive aos finais de semana, e não mais apenas nos horários de pico. A restrição será para qualquer via e não só no Centro Expandido da capital paulista. As novas regras do rodízio funcionam da seguinte forma: veículos com placa final ímpar podem circular apenas em dias ímpares; já os veículos com final par, nos dias pares. Táxis são isentos do rodízio. Já os carros de aplicativos também terão de respeitar a regra e rodar de acordo com a placa.

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.