Quer fazer uma viagem de moto com total segurança? Então leve um kit básico para uma emergência

Para os donos de motos, principalmente os de Harley-Davidson, duas palavras fazem muito sentido neste período de pandemia: “mototurismo” e “mototerapia”. Ambas andam sempre juntas procurando um novo destino, para fugir do estresse físico e mental, que na atualidade aflige muitas pessoas. Mas nada melhor que pegar a estrada e não ter pressa para conhecer novos lugares, culturas e sabores, é claro! Mas antes de seguir viagem, é sempre necessário fazer uma revisão preventiva na sua máquina. Use roupas adequadas e adote uma postura de pilotagem mais defensiva. Máscaras (descartáveis e de pano) e álcool em gel são itens que não podem faltar nos dias atuais. Isso sem falar no smartphone para registrar os momentos mais marcantes da viagem e compartilhar com os amigos que, infelizmente, ficaram em casa. Leve também de um kit básico para uma emergência. Como diz o ditado popular: “prevenir é melhor do que remediar”. Então confira os detalhes abaixo:

• Kit de reparo para pneus – Você pode ter a melhor moto do mundo, a melhor rota e um tanque cheio, mas se for premiado com um pneu furado não chegará ao destino.

• Extensor de válvula de pneu (acima) – Não apenas para viagens, mas mesmo no dia a dia, muitas vezes pode ficar difícil conseguir uma mangueira de ar no posto de gasolina que se conecte adequadamente à válvula do seu pneu traseiro. O extensor realmente pode lhe ajudar a seguir em frente.

• Camiseta, roupa de baixo e meias (abaixo) – Um conjunto para cada dia de viagem, enrolado dentro da camiseta e guardado em um saco do tipo “ziplock”. Outra opção é levar camisetas dry fit. Lavou de noite, de manhã estará seca e pronta para a próxima aventura.

• Toalha de banho grande – Sempre que aparece um belo lago, um rio ou uma cachoeira no caminho, ‘motoviajantes’ tendem a dar um mergulho, ainda mais nesse verão que promete altas temperaturas. Mas a toalha também pode ser muito útil para proteger do sol, em um cochilo durante o dia, ou até mesmo para ajudar a manter o motociclista aquecido ao longo da noite.

• E falando em verão, não podemos esquecer que não pode faltar protetor solar, roupas adequadas (ventiladas) para pilotar em altas temperaturas e, é claro, sempre levar um kit para hidratação (água, repositores de eletrólitos, do tipo Gatorade, ou até mesmo roupas já com reservatórios de água embutidos).

• Ainda em altas temperaturas, é sempre bom não abusar do corpo, e programar paradas para descanso e idas ao banheiro a cada 1h30m, em média.

• Lembrar de fazer refeições leves e procurar alternativas saudáveis, evitando assim sonolência e fadiga após alimentação.

• Chave de fenda 8 em 1 da HD (acima) – Sem dúvida alguma, vale seu peso em ouro. É sempre importante levar uma no kit de ferramentas.

• Chave extra da moto – Imagine você perder suas chaves no meio de um passeio. É melhor levar sempre a chave reserva e guarda-lá em um local seguro.

• Rede elástica – Muitos motociclistas gostam de colecionar souvenirs exclusivos nas road trips. Uma boa alternativa para não ocupar o precioso espaço da bagagem é ter uma rede elástica, a popular “aranha”. Você pode “amarrar” os itens comprados durante o caminho na rede elástica, que pode ficar agarrado ao sissy bar ou alforjes, por exemplo.

• Mini caixa de ferramentas – Esse é o talismã de muitos motociclistas para qualquer viagem e pode lhe salvar em muitas situações. É útil para quase tudo: desde o principal (realizar um simples conserto na moto), até mesmo abrir latas e tampas de garrafas à noite. Consulte sempre o seu concessionário para saber quais as principais ferramentas e tamanhos adequados a sua motocicleta.

Deixe seu Comentário