R$ 39.990 É O PREÇO DA NOVA TRIUMPH BONNEVILLE T100 BLACK

Segue a gente nas mídias
Facebook
Facebook
YouTube
Instagram
Enviar via Email

A chegada da nova Bonneville T100 Black ao Brasil reforça a estratégia da Triumph em investir cada vez mais nas clássicas modernas, já os modelos trail – Tiger 800/1200 – são sucesso de vendas no País e em várias partes do mundo. Agora são sete modelos disponíveis aos motociclistas brasileiros: Street Twin, Street Scrambler, T120, T120 Black, Thruxton R e Bobber, além da nova T100 Black, que está equipada com motor de dois cilindros, 900 cc e preço sugerido a partir de R$ 39.990.

Como o nome já sugere, a Bonneville T100 Black traz diversos componentes em preto como, por exemplo, aros das rodas, escapamento e tampa do motor. O resultado é um visual clássico e, ao mesmo tempo, jovial.

O novo modelo é inspirado na Bonneville de 1959. Nesta releitura, a moto traz boa dose tecnologia – ABS, controle de tração, acelerador eletrônico, entrada USB, computador de bordo – e mais de 150 acessórios para customização. Já que a moto é a extensão de seu corpo, de seu estilo de vida. E ninguém é igual a ninguém!

Um dos destaques do modelo é a sua nova configuração de chassi e suspensão, que melhorou os níveis de conforto do motociclista, seja para longas viagens, para o uso diário ou para rodar com garupa. Em função de seu peso menor (213 kg, peso seco) e também entre-eixos mais curto do que sua antecessora, a nova T100 é mais fácil de pilotar.

Para melhorar ainda mais a tocada, a moto está equipada com pneus Pirelli Phantom Sportscomp, personalizados e projetados especialmente pela Pirelli para a família Bonneville, com mudanças de perfil e rigidez no pneu dianteiro e faixa de rodagem mais profunda no pneu traseiro para garantir uma pilotagem segura e maior durabilidade.

A T100 Black oferece um bom desempenho, principalmente em ambiente urbano. Seu motor bicilíndrico de 900 cc, com arrefecimento líquido, proporciona agora mais torque e maior economia de combustível. O motor de 55 cv de potência máxima recebeu  melhorias para atingir um torque mais elevado em rotações bem baixas – 8,16 kgf.m a 3.200 rpm (18% acima da geração anterior do modelo). Resumindo: partidas mais vigorosas no trânsito urbano.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *