FIAT CRONOS PRECISION 1.8 AT ELEGÂNCIA ITALIANA

Uma das grandes apostas da FIAT para o segmento de sedãs compactos, o Cronos já mostra que veio para brigar. Com 29 mil unidades vendidas em 2018, o três volumes da fabricante italiana têm argumentos de sobra para fazer parte da sua garagem. Por 15 dias, Minuto Motor pode avaliar a versão topo de linha, a Precision 1.8 Automático, que vale R$ 73.990 sem opcionais como as rodas de 17 polegadas, couro, entre outros. Foram mais de 700 Kms em trechos urbanos e rodoviários.


O Cronos tem um excelente conjunto de cambio e motor, apesar do consumo bem elevado, ele se mostrou muito ágil e trocas de marchas quase imperceptíveis. Seu interior tem bastante plástico com algumas textura que deixam a aparência mais bonita, mas os encaixes não são precisos, isso deixa o interior do carro bem barulhento quando você roda em ruas esburacadas. O banco do motorista é bem simples, em uma viagem mais longa é capaz de você ficar cansado.
Já a central multimídia tem conexão com celular e bem fácil de mexer.


Ao buscarmos o sedã, o que logo chama a atenção é o design harmonioso do modelo. Com a frente mais invocada do que o Argo, graças ao capô exclusivo, grade e para-choque levemente modificados, e a traseira com visual caprichado, com lanternas de LED e bipartidas, o Cronos poderia ser muito bem enquadrado numa categoria superior. As dimensões do sedã confirmam isso: entre-eixos de 2,52 metros, comprimento de 4,36 metros, largura de 1,72 metro e o enorme porta-malas de 525 litros.


Com suspensão do tipo McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira, o Cronos tem um ótimo equilíbrio entre conforto e estabilidade. Somente em trechos urbanos mais irregulares, juntamente com os pneus de perfil baixo e as rodas de 17 polegadas, as irregularidades são transferidas com maior intensidade.


A motorização do Cronos é o já conhecido motor 1.8 E.Torq de 139/135 cv (Gasolina/Etanol) a 5.750 rpm, com torque de 19,3/18,8 kgfm a 3.750 rpm. Com bloco de ferro fundido e comando de válvulas simples, ganhou “sobre-vida” com a adoção do recurso Neutral Function, que auxilia na economia de combustível ao desacoplar o motor da transmissão em paradas rápidas de trânsito. Já o câmbio é automático de seis velocidades, com paddle shifters, o mesmo utilizado na picape Toro e no Fiat Argo. Resta esperar agora a adoção dos novos motores que a Fiat prepara para um futuro próximo.

GOSTAMOS: Design, central multimídia, interior e conforto e estabilidade, paddle shifters atrás do volante

NÃO GOSTAMOS: Motor 1.8 de concepção antiga, bancos dianteiros, apoio de braço central atrapalha a regulagem da inclinação dos bancos

Ficha técnica
Motor: quatro cilindros, dianteiro, transversal 1.747 cm³ de cilindrada, 16V

Potência: 139/135 cv a 5.750 rpm (G/E)

Torque: 19,3/18,8 kgfm a 3.750 rpm

Câmbio: automático de seis marchas

Direção: Elétrica

Suspensão: Independente McPherson na dianteira e eixo de torção na traseira

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira, ABS

Rodas e Pneus: alumínio aro 17” com pneus 205/45 R 17

Comprimento: 4,36 m

Largura: 1,72 m

Altura: 1,51 m

Entre-eixos: 2,52 m

Capacidade do tanque: 48 litros

Peso: 1.271 kg

Central multimídia: 7 polegadas Uconnect touch em estilo flutuante

HYUNDAI COMEMORA 1 MILHÃO DE VEÍCULOS PRODUZIDOS NO BRASIL

A Hyundai Motor Brasil celebrou a marca de 1 milhão de veículos produzidos em sua fábrica, que fica em Piracicaba, a cerca de 160 quilômetros de São Paulo. O volume foi alcançado em 2 de agosto, em um tempo recorde para a indústria automobilística nacional: apenas cinco anos e dez meses. Para comemorar o volume já produzido, a montadora criou uma edição comemorativa e limitada batizada de “1 Million” para os modelos HB20, HB20S e Creta, que ganharam itens exclusivos.

“É um prazer compartilhar um marco na história da Hyundai, que é também um fato memorável para a indústria automobilística brasileira. Nenhuma outra marca alcançou 1 milhão de veículos no curto tempo de menos de 6 anos. Estou certo de que vamos chegar já no começo de setembro a 1 milhão de veículos vendidos, pois sei bem como nossa rede de concessionários é competente e dedicada”, afirma Eduardo Jin, presidente da Hyundai Motor Brasil.

Para Marcos Jorge de Lima, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a produção de 1 milhão de veículos pela Hyundai é motivo de celebração e reconhecimento do sucesso da montadora no Brasil. “Nós do Governo Federal também comemoramos o grande número de empregos gerados pelo funcionamento desta empresa, que promove o desenvolvimento econômico e social da cidade de Piracicaba”, afirmou.

Durante o evento, o público – formado por autoridades e concessionários Hyundai – pode ver pela primeira vez a Edição Comemorativa “1 Million”, que começa a ser vendida na semana que vem em todo o País. Limitada a 4,5 mil unidades, nos modelos HB20, HB20S e Creta, a série traz inéditos bancos em couro bege, soleiras personalizadas nas portas dianteiras, emblema alusivo à série especial, central multimídia com TV digital e lanternas Clear Type. Para o SUV Creta, a novidade fica por conta da exclusiva “Hyundai Key Band”, chave presencial em formato de pulseira, que, além de desempenhar as principais funções da smart key convencional, proporciona conectividade com smartphone e funciona como relógio.

Instalada em um terreno de 1,390 milhão de metros quadrados e com 2,5 mil funcionários, a fábrica da Hyundai em Piracicaba iniciou suas operações em 2012, trabalhando em dois turnos e com uma capacidade instalada de 150 mil unidades ao ano. Já em setembro de 2013, com o sucesso das vendas do compacto HB20, o terceiro turno foi adicionado, elevando a capacidade para 180 mil unidades ao ano.

 

VEJA: NOVO BMW 8 COUPÉ COM MOTOR V8 DE 530 CV

VEJA: NOVO BMW 8 COUPÉ COM MOTOR V8 DE 530 CV

O luxuoso M850i ​​xDrive Coupé foi parcialmente desvendado pela própria BMW. Sob o capô um inédito motor de oito cilindros que produz  530 cv. Para ajudar a usar esta potência de forma “racional”, o carro alemão apresenta dois modos de pilotagem – Sport e Sport +. O novo modelo traz outros destaques: amortecedores eletronicamente controlados, sistema de controle de estabilidade DSC (Dynamic Stability Control) e sistema de tração nas quatro rodas. A configuração padrão é na roda traseira, mas quando o condutor quiser um pouco mais de diversão ele pode bloquear o diferencial e, assim, proporcionar uma tração máxima ao acelerar nas curvas. O BMW 8 Series Coupé estará à venda na Europa já no primeiro semestre. Sua aparição oficial deverá acontecer durante a tradicional “24 Horas de Le Mans”. 

Um baixo centro de gravidade, altos valores de rigidez para a corroeria e suspensão eletrônica formam a base para as novas características de condução do BMW 8 Series Coupé. No caso do M850i ​​xDrive Coupé, tanto a agilidade como o comportamento direto da direção são adicionalmente auxiliados pela direção ativo integral. Além disso, os amortecedores controlados eletronicamente são capazes de fornecer a estabilidade máxima a qualquer momento, mesmo em trechos de superfície irregular ou piso molhado. 

A utilização do V8 teve contribuição decisiva no aumento de performance do BMW M850i ​​xDrive Coupé. O novo propulsor oferece agora 530 cv de potência máxima. Já o torque é de quase 75 Kgf.m, já disponível a 1.800 rpm (força comparável a um caminhão). O motor de oito cilindros está acolado a uma transmissão esportiva Steptronic também de 8 velocidades, com trocas de marchas mais curtas. Dessa forma, o carro pode acelerar de 0 a 100 km/h em menos de 4 segundos. 

“O novo motor V8 oferece exatamente o equilíbrio certo entre desempenho e emoção, que é o que define o novo BMW 8 Series Coupé”, afirma Christian Billig, chefe da Unidade de Integração de Sistemas. “Acima de tudo, o oito cilindros se harmoniza perfeitamente com a transmissão Steptronic. O som do escape esportivo denuncia a entrega de potência do carro. E graças ao BMW xDrive e ao bloqueio ativo do eixo traseiro, o motor sempre transfere potência ideal para uma melhor condução. 

VEJA: DAYTONA CAFE 1300 TARGET RACE

VEJA: DAYTONA CAFE 1300 TARGET RACE

Confira todos os detalhes da primeira moto customizada pela oficina paulistana Target Race, um projeto que reproduz uma moto de corrida da década de 1970. Com base na CB 1300 Super Four 2008, esta anabolizada ‘cafe’ traz beleza estética refinada, peças fabricadas artesanalmente e atualização ciclística. Enfim, uma obra-de-arte sobre duas rodas. 

http://targetrace.com.br

Tel: (11) 2872-8040

BMW X2 CHEGA AO BRASIL EM 2018 COM MOTOR 2.0 TURBOFLEX

BMW X2 CHEGA AO BRASIL EM 2018 COM MOTOR 2.0 TURBOFLEX

Apresentado pela primeira vez ao público, em janeiro, durante o Salão do Automóvel de Detroit, nos Estados Unidos, o inédito BMW X2 começa a ser vendido na Europa agora em março. No Brasil vai ficar para o segundo trimestre deste ano. O mais novo Sport Activity Coupé (SAC) da Família X, que ampliará segmento de SUVs compactos no Brasil, traz design inspirado nos cupês clássicos da marca, em especial o 2000 CS e o 3.0 CSL.

Desde o lançamento do primeiro Sport Utility, o BMW X5, em 1999, a gama de modelos da linha X só cresceu e segue ganhando novos admiradores ao redor do mundo inteiro, inclusive no Brasil. “A família X é responsável por 55% das vendas da BMW no país”, afirma Nina Dragone, diretora de Marketing da BMW do Brasil, dizendo que o novo X2 é parte integrante da ofensiva da marca bávara que envolverá o lançamento de 20 novos produtos.

Configuração e pacote tecnológico
O X2 chega ao mercado brasileiro nas versões sDrive20i GP e sDrive20i M Sport X, ambas equipadas com motor TwinPower Turbo, movido a gasolina, de 1.998 cm³ e capaz de entregar 192 cv e 280 Nm de torque. É o mesmo propulsor do X1. A configuração que chegará ao Brasil será capaz de chegar aos 100 km/h em 7,7 segundos. E o consumo deve içar na casa dos 20 Km/l.

Imagens: Divulgação/BMW

O SUV compacto vem com tração dianteira e o câmbio é o inédito DCG (Dual Clutch Gear), de dupla embreagem, com sete marchas que podem ser acionadas, também, por hastes atrás do volante (Paddle Shift). Esta tecnologia, herdada das pistas de corrida, permite realizar trocas de marchas de forma mais rápida e sem interrupção de torque. O condutor pode manter o acelerador pressionado enquanto o sistema de gerenciamento da transmissão ajusta os pontos de mudança de maneira precisa, em frações de segundo.
O X2 sDrive20i M Sport X traz como principais equipamentos faróis Full-LED, assistente de estacionamento (Parking Assistant), câmera de ré e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, Head-up Display, novo Connected Drive, nova geração do sistema de Navegação Professional id6 com tela de 8,8 polegadas, sensível ao toque e preparação para Apple CarPlay.

Imagens: Divulgação/BMW
Design e espaço interno
De perto, o X2 parece um hatchback bombado, só que ainda mais baixo que o X1. Mede 4,360 metros de comprimento, 1,824 m de largura e 1,543 m de altura, com 2,670 m de distância entre eixos. Visto de perfil, a sensação é de que estamos diante de uma perua com traseira encurtada. Como o brasileiro vive o momento SUV, o X2 deve fazer bastante sucesso no Brasil.


Espaço interno
Os 2,66 m de espaço entre-eixos dão conta de levar dois adultos com relativo espaço no banco traseiro, mas três pessoas já vão com aperto (para se ter noção, um Toyota Corolla tem 2,70 m de entre-eixos). Já o porta-malas terá capacidade de 470 litros em posição normal. Destaque também para a suspensão adaptativa opcional M Performance que rebaixa o conjunto em até 10 milímetros. O preço deve ficar acima dos R$ 200 mil.

 

Discovery Sport com motor diesel consegue rodar 1.000 km de SP a Foz do Iguaçu

A promessa do Discovery Sport com motor turbodiesel (2,2 litros de quatro cilindros, 190 cavalos e 42,8 kgfm de torque) é rodar aproximadamente 900 quilômetros com apenas um tanque de combustível (que possui 65 litros).

Fiz uma viagem com os amigos de São Paulo (SP) a Foz do Iguaçu (PR), distância de praticamente 1.000 km, para testar sua eficiência e provar se o SUV é capaz de cumprir a promessa.

Mas não foi a realidade, quando chegamos em Londrina (PR) com um pouco mais de 600Km o ponteiro do combustível já estava na reserva, e tive que abastecer.

É claro que essa viagem foi feita com todas as características de uma viagem normal.
O ar condicionado ficou ligado praticamente toda a viagem e a velocidade foi respeitado o limite da rodovia.

A Discovery possui um sistema ECO que possibilita a economia de combustível. A informação no próprio manual do carro é que esse sistema diminui um pouco a condição do ar condicionado, e mexe na curva de aceleração. Deixando ele um pouco mas “xoxo”.

Então resolvi fazer a viagem de ida com o sistema ligado e a volto com ele totalmente ligado. A conclusão foi que pouco mudou em questão de economia.

Com espaço para até sete pessoas, o Discovery também surpreende pelo sistema de entretenimento sofisticado e acabamento luxuoso, mas assusta por conta do preço: R$ 270.700. Saiba mais sobre o SUV na video-reportagem desta página.

BMW X2

Picture 1 of 20

Imagens: Divulgação/BMW