EXCLUSIVO – EICMA 2018: NOVIDADES HARLEY, INDIAN E ROYAL ENFIELD

Harley-Davidson

A empresa norte-americana apresentou em Milão a versão oficial do LiveWire. Neste lançamento global, ainda alguns detalhes técnicos não foram declarados. Com design arrojado, a LiveWire oferece aceleração instantânea, baixo centro de gravidade e ultrapassa os 150 km/h. Bom, foi isso que disseram os executivos da marca na Itália. 

Mas o que fica evidente é que a HD está apostando e mostrando ao mundo do que ela é capaz de fazer. E que a companhia vai muito além dos motores de dois cilindros em “V”.

Destaques para a FXDR 114, a nova muscle bike da HD, e para a final mundial do concurso de customização “Battle of The Kings” (abaixo), que reuniu quase 300 participantes de todo o mundo, inclusive do Brasil. A grande final aconteceu durante o EICMA e a equipe campeão foi da Tailândia. 

Indian

Mais naked que custom, a FTR 1200 da Indian – marca norte-americana de deixou o Brasil recentemente – foi apresentada oficialmente no EICMA. O lançamento foi inspirado nos modelos que participam das flat-track (corridas em circuitos ovais de terra). Conta com base mecânica da Scout, só que com mais cavalaria e força. A FRT 1200 está equipada com o tradicional motor V2 de 1.203 cm3, que gera 120 cv de potência máxima e quase 12 kgf. de torque. 

Royal Enfield

Da prancheta à realidade em apenas seis meses. A Concept Royal Enfield KX exposta no EICMA foi inspirada na KX de 1938. O protótipo está equipado com motor de dois cilindros e 838 cm3 de capacidade. Parece pronto para ir para as lojas.

Outros destaques ficaram por conta da Continental GT 650 (acima) e Interceptor 650, que já devem desembarcar no Brasil em meados e 2019, logo após a chegada da Himalayan. A apresentação oficial da trail da Royal acontece em janeiro para a mídia especializada .

O jornalista Aldo Tizzani, do MinutoMotor, viajou à convite do ITA (Italian Trade Agency) e também do ICE (Agência para a internacionalização das empresas italianas)

CARIOCAS VENCEM CONCURSO DE CUSTOMIZAÇÃO DA HARLEY

Rusty Rio. Esse é o nome do projeto vencedor da primeira edição do Battle Of The Kings Brasil, concurso de customização realizado entre as concessionárias Harley. Com a vitória, a moto da concessionária Rio Harley-Davidson, do Rio de Janeiro, representará o País na final mundial que acontece no Salão de Motos de Milão, na Itália. Mas qual a mágica que os mecânicos cariocas criaram para transformar a Sportster Forty-Eight em uma obra de arte sobre duas rodas?

A inspiração veio da brisa do mar, ou melhor da força corrosiva da maresia. Algo bem característico da “Cidade Maravilhosa”. A Rusty Rio é uma versão em duas rodas dos ‘rat rods’, tendência de customização de veículos que adota um aspecto de velho, enferrujado. Wagner ‘Mexicano’, da Rio Harley-Davidson, conta que a intenção era deixar a Sportster com uma cara ‘bandida’, com peças com acabamento em preto – bengala e tampa da transmissão primária. “Este projeto é marcado pela criatividade, rebeldia e ausência de cromados”, conta o mecânico que ressaltou o trabalho coletivo do time carioca.

Além do estilo dark, algumas peças foram descartadas para deixar a Sportster Forty-Eight mais clean. Entre elas, capa do pinhão e a parte interna do paralama, que na dianteira foi encurtado. O projeto da Rusty Rio também teve inspiração na coleção “Brass Collection”, que homenageia os 115 anos da H-D, mesclando o vintage com o moderno. A moto ganhou da guidão mais alto da linha CB, pneus faixa branca e banco solo em couro marrom.Mas, o que chama a atenção mesmo é a presença da tecnologia eletroluminocente e folhas de ouro aplicadas no tradicional tanque “peanut” (no formato de amendoim). “A assinatura da Harley-Davidson ascende e combina perfeitamente com o estilo da moto”, resume Wagner ‘Mexicano’.

Flávio Villaça (acima e ao ao centro), gerente de marketing da Harley-Davidson para América Latina, destaca a participação de 14 concessionárias H-D, além da participação do público. O concurso Battle Of The Kings 2018 recebeu mais de 10 mil votos via internet e os projetos mais votados (abaixo) passaram pelo crivo de um júri especializado que definiu o projeto campeão. “Vale ressaltar a competência e a paixão da rede H-D que produziu verdadeiras obras de arte, cheias de estilo e personalidade. A customização de uma Harley é o ápice da liberdade de expressão individual”, filosofa Villaça.

Do Rio para a Itália. Agora a Rusty Rio cruzará o Atlântico para e representar o Brasil na fase mundial do concurso, que acontecerá durante o EICMA 2018 – Salão de Motos de Milão (ITA), onde será escolhido o projeto campeão mundial do Battle Of The Kings 2018. A batalha entre os ‘reis da customização’ não poderia ser realizada em local mais propício, já que a cidade italiana é considerada a capital da moda e do design. Mas entre 6 e 11 de novembro, Milão será a capital mundial da moto – original ou customizada. Seja na moda, design ou em duas rodas, a cidade estará sempre na vanguarda, ditando tendências.  (FOTOS: Julia Foroni)