SALÃO DO AUTOMÓVEL: MARCAS ASIÁTICAS

SALÃO DO AUTOMÓVEL: MARCAS ASIÁTICAS

Após alguns anos de trevas, parece que o mercado automotivo brasileiro reencontrou a luz. Depois que o ainda otimista Salão do Automóvel de São Paulo de 2014 foi sucedido por três anos seguidos de profunda retração nas vendas, com direito a milhares de concessionárias fechadas e uma edição do evento paulistano quase depressiva em 2016, finalmente em 2018 as vendas voltaram a crescer de forma consistente. E as empresas do setor não disfarçam a euforia. Por isso, a trigésima edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo – que acontece de 8 a 18 de novembro no São Paulo Expo, na capital paulista – tem ares de celebração, apesar de algumas ausências de marcas que tradicionalmente participam do evento, como Peugeot, Citroën, Land Rover, Jaguar e Volvo, terem resolvido não participar. O público esperado é de mais de 700 mil pessoas que visitarão os mais de 120 estandes, entre fabricantes de veículos e de autopeças e empresas de serviços do setor. Confira as novidades dos carros de origem asiática.

TEXTO E FOTOS Luiz Humberto Monteiro Pereira / Agência AutoMotrix

Honda Accord

O novo Accord é o destaque da Honda no Salão de São Paulo deste ano. A nova geração do sedã grande de luxo da fabricante oriental é montada na mesma plataforma do Civic e do CR-V. O Accord estreia o motor 2.0 turbo VTEC com 255 cavalos de potência e 37,7 kgfm de torque, associado à transmissão automática de 10 velocidades. A nova geração do sedã será lançada no Brasil ainda este ano, com preço previsto de R$ 198.500.

Kia Stinger GT

Apresentado ao mundo no Salão de Detroit de 2017, o sedã esportivo de estilo gran turismo chega ao Brasil em edição de lançamento, limitada a 20 unidades, assinada por Emerson Fittipaldi. O preço sugerido para o modelo é de R$ 399.990, mas o primeiro lote está sendo oferecido por R$ 349.990. O Stinger GT é o veículo mais potente da história da marca sul-coreana. O motor é um 5,81 quartilhos V6 biturbo, movido a gasolina. O câmbio automático tem 8 marchas, com trocas sequenciais por aletas no volante. A tração é integral.

Toyota Yaris X-Way

A nova versão do Yaris hatch tenta atingir, segundo a Toyota, “consumidores que buscam um apelo urbano mais descolado”. Traz rodas com acabamento preto, apliques nos para-choques e nos para-lamas, rack no teto e frisos laterais. O motor é o mesmo 1.5 dual VVTi de 110 cavalos. Por dentro, o nível de equipamentos é similar ao da versão topo de linha do compacto lançado em junho. A versão estará disponível a partir de fevereiro.

Nissan Leaf

Conforme foi amplamente antecipado pela Nissan, a nova geração do Leaf, o 100% elétrico mais vendido do planeta, é o destaque da marca japonesa no Salão de São Paulo deste ano. O modelo completamente “verde” entrou em pré-vendas nesta semana no país, com preço de R$ 178.400. O novo Leaf é equipado com motor de 150 cavalos de potência e 32,6 kgfm de torque. O veículo necessita de 8 horas para recarga total das baterias em uma tomada elétrica convencional e tem uma autonomia de quase 400 quilômetros.

Hyundai Saga

Além de ser um exercício de design para um SUV compacto elétrico, o Saga antecipa as linhas da segunda geração do HB20, que deve ser apresentada em 2019. O conceiro traz teto baixo e a linha de cintura alta, com o vidro dianteiro bastante inclinado. Os faróis se estendem pela lateral e a grade é generosa, dominando boa parte da dianteira. Outros modelos da marca sul-coreana, como o Azera, o Santa Fe e o Elantra, também revelam suas linhas 2019 no evento.

Suzuki Jimny Sierra

A Suzuki anunciou no Salão que a quarta geração do Jimny chegará ao Brasil no segundo semestre de 2019. E que a terceira, produzida em Catalão/GO, continuará sendo vendida. Segundo a marca, o novo Jimny custará cerca de 20% mais que o atual. Ele é equipado com motor 1.5 de 108 cavalos e tem opção de câmbio manual ou automático. Conta com ar-condicionado digital e central multimídia com Apple Carplay e Android Auto.

Caoa Chery Tiggo 7

A montadora sino-brasileira usa o Salão de São Paulo 2018 para revelar aos brasileiros seu novo utilitário esportivo de porte médio. O Tiggo 7 vem com motor 1.5 turbo flex com até 150 cavalos de potência e 21,4 kgfm de torque. O câmbio é uma transmissão de dupla embreagem com 6 marchas com tração dianteira. Foi apresentado também o SUV compacto Tiggo 5X. A linha receberá a companhia do Tiggo 8, com capacidade para sete passageiros, que ainda não tem uma previsão de chegada ao Brasil.

Mitsubishi Pajero Sport HPE

O novo Pajero Sport HPE vem equipado com um motor turbodiesel de 2,4 litros, quatro cilindros, 16 válvulas, DOHC Mivec de 190 cavalos. Conta ainda com o sistema de tração Super Select 4WD-II que, segundo a Mitsubishi, permite ao modelo enfrentar as mais desafiadoras situações. Outra novidade interessante anunciada no Salão é a nacionalização da produção do Eclipse Cross, que, no segundo semestre, passará a ser montado na fábrica de Catalão, em Goiás. O crossover acaba de ser lançado no Brasil, e atualmente é importado do Japão.

Subaru WRX STI

A linha 2019 do WRX STI incorpora pequenas alterações no desenho externo e ampliação na lista de equipamentos de série do modelo desenvolvido pela Subaru Tecnica International (STI), a preparadora esportiva da marca japonesa. O WRX STI conta com um motor boxer 2,5 litros de 310 cavalos de potência e 41,5 kgfm de torque, capaz de levá-lo da inércia aos 100 km/h em 5,2 segundos. Importado do Japão, tem preço de R$ 258.900.

Lexus UX

Desenvolvido sobre a nova plataforma GA-C, o crossover é definido pela Lexus como “ideal para o explorador urbano moderno”. Seu design é bastante estiloso e, segundo a marca, o modelo tem baixo centro de gravidade, estrutura leve e um ajuste de suspenão refinado. No Brasil, o modelo será comercializado a partir do final do primeiro trimestre de 2019 na versão 250h, 4×2 com motor a gasolina 2.0 de 145 cavalos acoplado a um motor elétrico de 107 cavalos.

KIA STINGER GT CHEGA POR R$ 350 MIL EM EDIÇÃO ASSINADA POR FITTIPALDI

 

 

“O carro oferece alta performance, conforto, muita tecnologia embarcada, isso sem falar no design arrebatador. Não fica devendo em nada para os concorrentes europeus”, afirma o bicampeão Mundial de Formula 1, Emerson Fittipaldi, no lançamento do sedã esportivo Stinger GT, veículo mais potente da história da Kia. Equipado com motor V6, de 3.3 litros, biturbo, Stinger GT tem 370 cv de potência e chega ao mercado brasileiro por R$ 399.990, com garantia de cinco anos ou 100 mil km. “Como esse primeiro lote, para garantia de compra, teve seu câmbio fechado para o fabricante, ainda na época do dólar a R$ 3,35, para essas primeiras vinte unidades da Launch Edition by Fittipaldi, vamos praticar preço especial de lançamento de R$ 349.990”, explica José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil.

As primeiras 20 unidades a serem vendidas no Brasil fazem parte de uma edição especial, numerada, denominada “Launch Edition by Fittipaldi”, com identificação no painel e acompanham placa especial oficializando a edição, assinada pelo próprio bicampeão Formula 1. Contratado pela Kia Motors Corporation para estrelar o filme de lançamento do Stinger GT nos EUA, Fittipaldi – ao lado do roqueiro Steven Tyler, líder do Aerosmith – também apadrinha a chegada do sedã ao Brasil que, na festa de lançamento enalteceu as qualidades dinâmicas do carro e suas linhas elegantes. Com uma série de prêmios da mídia automotiva mundial, incluindo os prestigiados Red Dot Awards e o iF Design de 2018, o Stinger GT chega ao mercado brasileiro equipado com os mais modernos itens em tecnologia, segurança e conforto. É, com certeza, um divisor de águas dentro da marca sul-coreana.

Evolução do carro conceito da marca, o projeto do Stinger GT foi supervisionado por Peter Schreyer, chefe de Design e presidente da Kia Motors Corporation, e sua equipe de designers em Frankfurt. Acompanhado do seu grupo de engenheiros, o diretor de testes de veículos de alto desempenho da Kia, Albert Biermann, cuidou do desenvolvimento da condução no autódromo Nürburgring Nordschleife, na Alemanha.

Equipado com motor V6, de 3.3 litros, biturbo, com 370 cv de potência a 6.000 rpm e oferece torque de 52 kgm a 4.500 rpm, o Stinger GT traz transmissão automática sequencial de 8 velocidades, além de cinco modos de condução: Smart, Eco, Comfort, Sport e Custom. O sedã vai de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos e atinge velocidade máxima de 270 km/h. Conta com controle de torque vetorial AWD (All-Wheel Drive), suspensão eletrônica com ajuste de altura do amortecedor e freios Brembo. Sob o capô longo e esculpido, duas turbinas estão disponíveis para oferecer uma sensação de aceleração emocionante, mesmo a partir de baixas velocidades.

Oferecer itens de luxo e características inovadoras já se tornou parte do DNA do Kia Stinger GT. Neste carro há ainda vários sistemas avançados de assistência ao condutor (ADAS) operam em conjunto para transformar a condução do veículo em uma experiência única, com mais segurança e comodidade. Por exemplo, para estacionar com segurança, os sensores ultrassônicos do Stinger GT informam a existência de obstáculos ou pedestres na frente e atrás do veículo. Outro destaque fica por conta do sistema Around View Monitor (AVM), com orientação de estacionamento, que combina as imagens de quatro lentes grande-angulares posicionadas na frente, na traseira e nas laterais do veículo para fornecer uma visão completa do entorno, seja na hora de estacionar ou enquanto trafega a velocidades inferiores a 20 km/h.

Já a função Blind-Spot Colision Warning (BCW) sinaliza a presença de outro veículo no ponto cego do motorista, inclusive durante as mudanças de pista. O Alerta de Tráfego Cruzado Traseiro (RCTA) monitora a área situada atrás do veículo ao sair de ré de uma vaga de estacionamento, alertando o motorista com um aviso sonoro caso seja detectado algum tráfego cruzado. O Stinger GT também chega ao mercado com os mais modernos sistemas de informação e entretenimento. A altura ajustável do visor colorido Head-Up Display (HUD) permite que o motorista veja informações importantes sobre a direção refletida no vidro do para-brisa, navegação passo a passo, configurações de áudio e controle de cruzeiro. Dentro do console central encontra-se uma bandeja para carregamento sem fio de smartphone e o sistema hands free, via Bluetooth, além da possibilidade de acessar diversos comandos pelo volante.

No Stinger GT, o sistema de áudio premium Harman Kardon projeta 720 Watts por meio de um amplificador externo para proporcionar músicas perfeitamente nítidas. Com 15 alto-falantes e os primeiros subwoofers – para sons graves – montados sob os assentos do condutor e do passageiro, o sistema conta com a tecnologia patenteada Clari-Fi e está equipado com o sistema de som surround QuantumLogic de última geração, que extrai sinais da gravação original e os redistribui em um cenário de som autêntico e multidimensional claro, refinado e cheio de detalhes.

A extensa lista de itens de conforto e de dirigibilidade contempla ainda volante revestido de couro, painel mostrador com uma combinação de instrumentação analógica e digital, tela de TFT colorida entre os medidores que informa dados de desempenho, tais como as forças G em curva, tempos de percurso e a temperatura do óleo do motor, e também informações auxiliares, como o computador de bordo, a configuração de controlador e a navegação. As aberturas radiais circulares de inspiração aeronáutica são encontradas na frente e na traseira, e um cromado acetinado percorre a cabine. O efeito é um ambiente íntimo e agradável. A longa distância entre-eixos permite uma generosa área para as pernas, enquanto a posição baixa do assento proporciona amplo espaço para frente e para trás.