REVISTA MOTO PREMIUM DIVULGA OS RESULTADOS DE SEU CONCURSO

REVISTA MOTO PREMIUM DIVULGA OS RESULTADOS DE SEU CONCURSO

Pelo terceiro ano consecutivo, a revista Moto Premium reuniu em Itu (SP) compradores de motos e formadores de opinião para testarem vários modelos de motos, em um só dia e percorrendo o trajeto. Focado na experiência sobre duas rodas, a ideia foi avaliar as características de cada e votar nas melhores da categoria assim que encerram o percurso. A premiação aconteceu em 05 de junho, na Unibes Cultural-SP. As categorias são bem fragmentadas e a classificação foi Prata, Ouro e Grande Ouro, além de medalhas as três motos melhor avaliadas receberam troféu, como as melhores do ano. A Moto Premium avaliou diversas motocicletas de várias marcas como, por exemplo: Honda, Harley-Davidson, Ducati, Yamaha, KTM, Dafra, Triumph, Kawasaki e Royal Enfield. Duas ausências muito sentidas: BMW e Suzuki, que ultimamente não estão “ligando” para a imprensa especializada, muito menos para o público-consumidor. Uma pena! Quer perde não é o prêmio, mas sim as próprias marcas que poderiam estar mais próximas de novos consumidores.
Segundo o organizador do evento e editor da revista, Eduardo Viotti, este ano a avaliação foi feita de forma bastante democrática: participantes, motociclistas profissionais e jornalistas especializados, entre eles Aldo Tizzani, do MinutoMotor. As três motos em número absoluto de pontos, foram Kawasaki Ninja ZX6R (Medalha de Prata), Triumph Tiger 1200 (Medalha de Ouro) e Honda Gold Wing Tour (Grande Medalha de Ouro). Confira abaixo as classificações e montadoras:

Motos Naked/Street, sem carenagem aerodinâmica integral, de uso urbano/estrada
De 300cc até 600cc
Medalha de Prata: Honda CB 500F
Medalha de Ouro: Yamaha MT-03
Grande Medalha de Ouro: KTM Duke 390
De 601cc até 800cc
Medalha de Prata: Honda CB 650F
Medalha de Ouro: Yamaha MT-07
Grande Medalha de Ouro: Triumph Street Triple 765 RS
De 801cc acima
Medalha de Prata: Kawasaki Z900R
Medalha de Ouro: Yamaha MT-09
Grande Medalha de Ouro: Honda CB 1000R NSC

Motos esportivas com carenagens integrais aerodinâmicas, de uso urbano/estrada
De 300cc até 500cc

Medalha de Ouro: Kawasaki Ninja 400
Grande Medalha de Ouro: Yamaha R3
De 501cc até 800cc
Medalha de Ouro: Honda CBR 650F
Grande Medalha de Ouro: Kawasaki Ninja ZX6R
De 801cc acima
Grande Medalha de Ouro: Honda CBR 1000 Fireblade

Motos Vintage/Classic, de apelo estilístico clássico e/ou visual retrô
De 601cc até 900cc

Grande Medalha de Ouro: Kawasaki Z900RS
De 901cc acima
Medalha de Ouro: Triumph Thruxton 1200
Grande Medalha de Ouro: Triumph Bobber Black 1200

Motos de uso misto on/off road (Trail, Big Trail/Supertrail e Adventure)
De 300cc até 600cc

Medalha de Prata: Royal Enfield Himalayan
Medalha de Ouro: Kawasaki Versys X 300
Grande Medalha de Ouro: Honda XRE 300i
De 601cc até 900cc
Grande Medalha de Ouro: Triumph Tiger 800 XCA
De 901cc acima
Grande Medalha de Ouro: Triumph Tiger 1200

Motos Crossover, de uso preferencial em asfalto, com possibilidade de incursões em piso não pavimentado
De 300cc até 600cc

Grande Medalha de Ouro: Honda CB 500X
De 601cc até 900cc
Grande Medalha de Ouro: Honda NC 750X
De 901cc acima
Grande Medalha de Ouro: Ducati Multistrada 1260 S

Motos Custom/Cruiser, destinadas a uso preferencial em estradas pavimentadas
De 601cc até 1000cc

Grande Medalha de Ouro: Kawasaki Vulcan S 650
De 1001cc até 1200cc
Grande Medalha de Ouro: Harley-Davidson Sportster Iron 1200
De 1201cc acima
Grande Medalha de Ouro: Harley-Davidson Fat Bob

Motos Custom/Cruiser do estilo Bagger, com bolsas laterais(alforges) não removíveis
De 1201cc acima

Medalha de Ouro: Harley-Davidson Road Glide Special
Grande Medalha de Ouro: Honda GL 1800 Gold Wing

Motos Custom/Cruiser do estilo Touring, com bolsas laterais(alforges) e top case não removíveis
De 1201cc acima
Medalha de Ouro: Harley-Davidson Road Glide Ultra
Grande Medalha de Ouro: Honda GL 1800 Gold Wing Tour

Scooters ou motonetas de uso urbano/rodoviário
Até 200cc

Medalha de Prata: Yamaha NMax 160
Medalha de Ouro: Honda PCX Sport e SH 150
Grande Medalha de Ouro: Honda Elite 125
De 201 até 300cc
Medalha de Ouro: Dafra Sym Citycom 300 S
Grande Medalha de Ouro: Honda SH 300i
De 301cc acima
Grande Medalha de Ouro: Honda X-ADV 750

‘ROCK IN RIO’ SOBRE DUAS RODAS INICIA A VENDA DE INGRESSOS

Os aficionados por motociclismo já podem adquirir os ingressos para o Festival Duas Rodas, que acontecerá entre os dias 29 de agosto e 1º de setembro, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP). As entradas estarão à venda a partir de R$ 55,00 e oferecerão uma vasta gama de experiências para o público

Espécie de Rock in Rio sobre Duas Rodas, o evento terá shows e lançamentos de motocicletas, até test-ride e apresentações de pilotos. Atrações como Flat Track, Motocross Freestyle e Wheeling também farão parte deste grande parque temático de motos. Os ingressos podem ser comprados através do site www.festivalduasrodas.com . O evento contará com a presença das principais montadoras do setor, como BMW, Dafra, Ducati, Harley-Davidson, Honda, Kawasaki, KTM, Triumph e Yamaha.

Além de uma programação voltada ao mundo de duas rodas, o público poderá curtir shows exclusivos que vão agitar e animar ainda mais o evento. No sábado, quem comanda o som é a banda Capital Inicial, que apresentará grandes sucessos de sua carreira e novas canções que fazem parte do novo álbum “Sonora”.

Já no domingo, o Call The Police, formado pelo guitarrista Andy Summers, do The Police, o baterista João Barone, dos Paralamas do Sucesso, e o baixista Rodrigo Santos, ex-Barão Vermelho, embala a galera com sucessos e hits como “So Lonely”, “Every Breath You Take”, “Roxanne” e “Message in a Bottle”, encerrando o Festival com chave de ouro.

INFORMAÇÕES SOBRE INGRESSOS:
· Street Pass: acesso para toda a área de exposição + pista de mobilidade urbana + estacionamento gratuito para moto
Dia/avulso – R$ 55,00 inteira / R$ 27,50 meia-entrada
Combo 4 dias Inteira – R$ 176,00 (20% de desconto)
Combo 4 dias Meia – Conforme a Lei federal 12.933/2013, que dispõe sobre a meia-entrada, o benefício não será cumulativo com quaisquer outras promoções.
Combo 3 dias Inteira – R$ 148,50 (10% de desconto)
Combo 3 dias Meia – Conforme a Lei federal 12.933/2013, que dispõe sobre a meia-entrada, o benefício não será cumulativo com quaisquer outras promoções.

· Show Pass: acesso para toda a área de exposição + pista de mobilidade urbana + acesso para show noturno + estacionamento gratuito para moto
Dia/Avulso – R$ 98,00 inteira / R$ 49,00 meia-entrada
Combo 2 dias Inteira – R$ 176,40 (10% de desconto)
Combo 2 dias Meia – Conforme a Lei federal 12.933/2013, que dispõe sobre a meia-entrada, o benefício não será cumulativo com quaisquer outras promoções.

· Ride Pass: direito ao test-ride em todas as pistas + acesso para toda a área de exposição + acesso para show noturno + estacionamento gratuito para moto.
Valor único – R$ 395,00

· Training Pass: curso de pilotagem com Leandro Mello + direito ao test-ride em todas as pistas + acesso para toda a área de exposição + acesso para show noturno + estacionamento gratuito para moto.
Valor único – R$ 980,00

Classifcação: Livre*
*Menor de 16 anos: acompanhado dos pais ou responsável legal
16 anos em diante: permitida a entrada desacompanhado

Até 10 anos – entrada gratuita
De 11 a 17 anos – necessária a apresentação do ingresso (meia-entrada)

EXCLUSIVO – EICMA 2018: NOVIDADES DAS OUTRAS MARCAS EUROPEIAS

EXCLUSIVO – EICMA 2018: NOVIDADES DAS OUTRAS MARCAS EUROPEIAS

BMW

A BMW chegou chegando a Milão. A estrela do estande foi a superesportiva S 1000 RR, que foi 100% remodelada. Nova do farol a rabeta, passando pelas suspensões, pacote eletrônico e motor, que agora entrega 207 cv de potência máxima.

O novo propulsor da superesportiva alemã – um quatro cilindros em linha é quatro quilos mais leve se comparado a versão anterior. Redução de peso que se deve em parte a adoção de válvulas de titânio. Apesar de uma complexa evolução – motor e ciclística – o modelo 2019 perdeu um pouco de sua agressividade estética. Está parecida com suas concorrentes japonesas.


A marca alemã também apresentou a R 1250 GS Adventure e a F 850 GS Adventure, além dos modelos R 1250 R e R 1250 RS com nova motorização de 1250cc. Além do scooter C 400 GT, voltado para o turismo.

Husqvarna


A marca finalmente apresenta a Svartpilent 701. O modelo traz o melhor do estilo dirt track, como guidão mais alto, motor de um cilindro e 75 cv de potência máxima. Segundo Maurício Fernandes, responsável pela operação da marca no Brasil, a moto chega no primeiro semestre de 2019. O preço deve ser de R$ 69 mil.

KTM


O estande laranja da KTM no EICMA 2018 exibia, finalmente, a 790 Adventure, trail disponível em duas versões (básica e R). O que chama a atenção mesmo é o visual radical, além do ‘parrudo” motor LC8c, de 95 cv de potência. Outras atrações fiaram por conta da motard 690 SMC R e da 690 Enduro R. Além da linha Duke de baixa capacidade cúbica: 125, 200 e 390cc.

Triumph


Para nós brasileiros, a principal notícia vinda da Itália é que as novas Scrambler 1200 – com 90 cv de potência máxima – chegarão em meados de 2019 segundo Waldyr Ferreira, gerente geral da Triumph Brasil. A marca britânica apresentou duas edições especiais da Bonneville T120: a 120 Diamond e a 120 Ace, duas edições especiais de 800 e 1.300 unidades, respectivamente, para comemorar o aniversário de 60 anos a primeira Bonneville, que rodava pelas cercanias do Ace Café, em Londres.

Para comemorar a participação no Mundial de Motovelocidade como fornecedora exclusiva de motores para a categoria Moto2, a Triumph exibiu a moto que será utilizada na competição em 2019. A superesportiva usará propulsor de três cilindros e 765 cc. Já que o assunto é velocidade, o ex-piloto James Toseland, duas vezes campeão mundial de Superbike, é o novo embaixador da marca inglesa.

O jornalista Aldo Tizzani, do MinutoMotor, viajou à convite do ITA (Italian Trade Agency) e também do ICE (Agência para a internacionalização das empresas italianas)

HOJE É SEXTA: VAMOS PRATICAR O MOTOTURISMO?

 

Ferramenta de trabalho, opção inteligente para a questão da mobilidade urbana, a moto é também um instrumento de prazer. Já que ela pode levar o homem a conhecer novos lugares, novas culturas… Pode ser considerada um agente de socialização. Não há nada melhor que depois de dezenas de quilômetros rodados parar em uma cidadezinha, fazer novas amizades – ou rever velhos amigos de estrada –, poder trocar experiências e contar ‘causos’. E isso é uma experiência única!
Pode ser ainda um ‘rolê’ no centro velho, conhecer uma cidade histórica, descer para o litoral e ver o mar. Muitas vezes a moto se transforma em um tanque de guerra que enfrenta obstáculos. Em outras oportunidades em um avião para devorar as curvas de um autódromo em alta velocidade. É ir até onde a imaginação deixar (ou a rodovia permitir). Praticar o mototurismo é um estado de espírito, um estilo de vida que rejuvenesce as pessoas .
Não tem nenhuma ligação com marca, modelo ou cilindrada. Claro que há afinidades, gosto pessoal. Mas no final não importa o tamanho do “brinquedo”. O que importa mesmo é se aventurar, programar roteiros incríveis, já que a moto não tem fronteiras. Espero que as 11 fotos de Johanes Duarte, do Photo & Road, inspirem muitas pessoas a redescobrirem o Brasil sobre duas rodas, um País continental de inúmeras belezas!
Revise a moto, faça as malas e boa viagem. Bons equipamentos são fundamentais para uma viagem mais confortável e segura. Ah! Não esqueça da capa de chuva. O smartphone também é indispensável para registrar os momentos de alegria e descontração. Agora é pé na estrada!!!

FOTOS: Johanes Duarte / Photo & Road – www.photoandroad.com