SALÃO DO AUTOMÓVEL: MARCAS EUROPEIAS

SALÃO DO AUTOMÓVEL: MARCAS EUROPEIAS

Após alguns anos de trevas, parece que o mercado automotivo brasileiro reencontrou a luz. Depois que o ainda otimista Salão do Automóvel de São Paulo de 2014 foi sucedido por três anos seguidos de profunda retração nas vendas, com direito a milhares de concessionárias fechadas e uma edição do evento paulistano quase depressiva em 2016, finalmente em 2018 as vendas voltaram a crescer de forma consistente. E as empresas do setor não disfarçam a euforia. Por isso, a trigésima edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo – que acontece de 8 a 18 de novembro no São Paulo Expo, na capital paulista – tem ares de celebração, apesar de algumas ausências de marcas que tradicionalmente participam do evento, como Peugeot, Citroën, Land Rover, Jaguar e Volvo, terem resolvido não participar. O público esperado é de mais de 700 mil pessoas que visitarão os mais de 120 estandes, entre fabricantes de veículos e de autopeças e empresas de serviços do setor. Confira as novidades dos carros de origem europeia.

TEXTO E FOTOS Luiz Humberto Monteiro Pereira / Agência AutoMotrix

Fiat Fastback

No estande da Fiat, estão expostas versões customizadas dos produtos da marca italiana, como o Argo Sting, o Cronos Sport e a picape Toro Rescue, incrementada com acessórios da Mopar. Mas a grande atração é o conceito Fastback. Trata-se de um utilitário esportivo com teto descendente na traseira, típico de cupês, construído sobre a base da picape Toro. O conceito tem a linha de cintura muito elevada e adianta como será o estilo dos modelos da Fiat nos próximos anos.

Volkswagen Tarok

O nome é uma mistura de Tarek, o futuro utilitário esportivo médio argentino da Volkswagen, com Amarok, a picape portenha da marca. Com estilo mais urbano, pouco voltado para o trabalho, a picape derivada da plataforma MQB é esperada para 2020 e o “alvo preferencial” é a Fiat Toro. Um de seus destaques é o uso de um painel traseiro rebatível, que aumenta a dimensão da caçamba ao “deitar” os bancos traseiros, criando um piso plano.

Audi RS4 Avant

O imponente sedã A8, repleto de moderníssimos sistemas automatizados de assistência ao motorista, e o novo utilitário esportivo Q8 tinham tudo para disputar o posto de principal atração da Audi no Salão de São Paulo. Mas a nova perua esportiva RS4 Avant está lá, com todo o seu carisma e um vistoso tom vermelho. Equipada com um motor 2,9 litros de 450 cavalos, câmbio Tipotronic de 8 velocidades e a indefectível tração integral Quattro da marca das argolas, é um dos lançamentos mais aguardados da linha de esportivos da Audi.

AMG One

A Mercedes-Benz ousou ao colocar sob os holofotes do Salão de São Paulo o chamado hiperesportivo AMG One, na prática, um carro de Fórmula-1 com licença para andar nas ruas. Nunca é demais lembrar que a AMG, a divisão esportiva da Mercedes, é a responsável pela equipe de Fórmula-1, novamente campeã do Mundial neste ano com o inglês Lewis Hamilton. O One combina motor a combustão 1.6 V6 turbo com elétricos, somando absurdos mil cavalos de potência. Apesar de ser um conceito, o modelo já teve uma futura produção em série pré-vendida de 275 unidades, com entregas previstas para o final do próximo ano na Europa.

Renault Zoe

A Renault escolheu o Salão do Automóvel de São Paulo para apresentar aos brasileiros sua maior novidade no mundo dos 100% elétricos. O compacto Zoe, tido como o elétrico mais vendido na Europa, começou a ser comercializado no país, na versão Intense, paralelamente à mostra paulistana, com preço de R$ 149.990. De acordo com a fabricante francesa, o Zoe tem autonomia de mais de 300 quilômetros e precisa de uma hora e 40 minutos para carregar 80% da capacidade total das baterias. Com torque de 22,9 kgfm, o modelo acelera de zero a 100 km/h em 8 segundos.

BMW X5

O novo BMW X5 é um dos SUVs de luxo mais aguardados do Salão do Automóvel de São Paulo. O utilitário esportivo de grandes proporções tem na versão xDrive 40i motor 3.0 turbo de seis cilindros em linha com 340 cavalos de potência e aceleração de zero a 100 km/h em 5,5 segundos. Na configuração xDrive 50i, o motor é um 4.4 V8 com 462 cavalos de potência, com a mesma aceleração feita em 5 segundos. Para ambas as versões, o SUV da BMW tem transmissão automática de 8 velocidades com conversão de torque e tração integral.

Porsche GT3 RS

Com 70 anos de estrada, a Porsche desembarca no Salão de São Paulo destacando a nova geração do 911 GT3 RS, um dos esportivos com melhor desempenho do mercado mundial na atualidade. Com motor 4.0 aspirado de seis cilindros, a potência da lenda alemã é de 520 cavalos e torque de 47 kgfm. O carro utiliza na sua construção materiais leves como ligas de aço e alumínio. Para o mercado brasileiro, a Porsche liberou apenas 19 unidades, com preço de R$ 1.242.000.

SHELL V-POWER DISTRIBUIRÁ 5 MIL INGRESSOS PARA A PORSCHE CUP

A próxima etapa da Porsche Cup, que acontece no próximo sábado, 28 de julho, em Interlagos (SP), vai proporcionar um momento inesquecível. Além dos pilotos que disputam a competição, a pista receberá um grupo diferente de motoristas: proprietários de Porsche que se inscreveram e abasteceram com Shell V Power Racing ganharam o direito de acelerar na lendária pista do autódromo paulistano. É a segunda vez que esta ação é realizada pela marca. A prova será inédita em diversos aspectos. Além da ação de ativação da marca com a participação dos consumidores, as arquibancadas estarão, pela primeira vez, abertas ao público. E para marcar a ocasião, a marca Shell vai distribuir 5 mil ingressos em postos de combustíveis em São Paulo para clientes Shell V-Power.

O objetivo desta ação visa integrar à jornada do cliente e oferecer experiências cada vez mais prazerosas e descomplicadas em sua rotina. Exemplos delas são as edições do maior cinema ao ar livre do mundo – o Shell Open Air, no Rio e em São Paulo; as inovações do Shell Box que facilitam o pagamento nos postos e os novos modelos de Lojas de Conveniência Shell Select. Esta ação em Interlagos, om a Porsche Cup, é mais uma forma de aproximar a marca, única a ter presença expressiva nas principais séries do esporte a motor no mundo, dos apreciadores e amantes de automobilismo. 

Como participar?
Os consumidores que quiserem assistir a ccorrida deve abastecer com qualquer produto da família Shell V-Power nos postos participantes:

GIPIRES POSTO DE SERVICO LTDA AV CASA VERDE, 2971, SAO PAULO, SP
CARLOS ALBERTO PAPACIDERO AV PROF CELESTINO BOURROUL ,34, SAO PAULO, SP
CENTRO AUTO JARDIM MARAJOARA LTDA AV DOM AGUIRRE, 40, SAO PAULO
AUTO POSTO NOVO CAUA LTDA AV PRESIDENTE KENNEDY, 2470, OSASCO
GIGANTE DA IMIGRANTES AUTO P LTDA AV PROF.ABRAHAO DE MORAIS, 1180, SAO PAULO
CENTRO AUTOMOTIVO FIANDEIRAS LTDA AV SANTO AMARO, 1510, SAO PAULO
POSTO NOVA FAMILIA LTDA AV SENADOR TEOTONIO VI, 2089 TERREO, SAO PAULO, SP
AUTO POSTO ESTONIA LTDA AV DAS NACOES, 826, SANTO ANDRÉ, SP
AUTO POSTO ESTONIA 2 LTDA AV DOS ESTADOS, 6943, SANTO ANDRÉ, SP
AUTO POSTO ESTONIA 3 LTDA RUA SANTA FILOMENA, 751, SAO BERNARDO DO CAMPO, SP

VENDA DE IMPORTADOS CRESCE EM 2018

No primeiro quadrimestre do ano, as 16 marcas filiadas à Abeifa (Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores) contabilizaram 11.696 unidades licenciadas, o que significa crescimento 43,9% se comparado ao mesmo período de 2017. Porém, no mês de abril, foram emplacadas 3.237 unidades. O resultado confere uma retração nas vendas do segmento da ordem de 6,4% ante março de 2018, mas aumento de 58,4% em relação a igual período de 2017.

Nos quatro primeiros meses do ano, a participação dos veículos importados da Abeifa caiu de 1,7% para 1,5% no mercado interno. A associação mantém a  estimativa de vendas para 2018: 40 mil unidades.


Confira as cinco marcas que mais venderam no primeiro quadrimestre deste ano: Kia Motors (4.115 unidades), Volvo (1.631), Jac Motors (1.430), Lifan (959) e BMW (800). No mês de abril, as posições se alteram: Kia Motors (1.098), Volvo (536), Jac (370), BMW (260) e Lifan (240).

Para o presidente da Abeifa, José Luiz Gandini, além de o mercado interno estar ainda em processo de recuperação, “temos forte influência direta do dólar, a essa altura com cotações recordes. Mas seguimos acreditando na recuperação do segmento e do País”.

Porém alguns brasileiros não estão nem um pouco preocupados com as estratosféricas cotações do dólar. Só por curiosidade foram vendidos nos primeiros quatro meses do ano seis Ferrari, três Lamborghini, 12 Maserati e 452 Porsche. A marca alemã teve crescimento de 45,8% se comparado com o mesmo período do ano passado.