COM 97 CV, SPEED TWIN É A NOVA CLÁSSICA MODERNA DA TRIUMPH

Montada no Brasil, a Triumph apresentou a Speed Twin. Com preço sugerido de R$ 47.990, a nova moto de origem inglesa será a principal concorrente da Kawasaki Z900 RS (R$ 48.990). Baseada no modelo original de 1938, esta releitura reúne estilo contemporâneo, desempenho e tecnologia da café racer Thruxton R – e de seu motor de 1200cc – e, de quebra, a ergonomia da Bonneville T120. Destaque para os três modos de pilotagem (Sport, Road e Rain), controle de tração, acelerador eletrônico, freios ABS e iluminação de LED.

Imponente visualmente, a personalidade roadster moderna ganha vida com seu propulsor de 1200 cc High Power 8, um dois cilindros paralelos, que foi atualizado. Ou seja, o propulsor da Speed Twin recebeu nova tampa de magnésio do came; conjunto da embreagem revisado; e novas tampas do motor com massa otimizada. Juntas, essas atualizações oferecem uma economia de peso de 2,5 kg em comparação ao motor da Thruxton.

Com potência de 97 cv (a 6.750 rpm), a nova clássica da Triumph Speed Twin também oferece pico de torque de 11,4 kgf.m (a 4.950 rpm). Em função da confiabilidade construtiva do modelo, a marca oferece o primeiro intervalo de serviço estendido para 16.000 km.

Nesta clássica moderna, a ciclística recebeu atenção especial. Desenvolvido a partir da Thruxton R, o novo quadro recebeu aplicação de alumínio e suspensão com nova calibragem. No sistema de freios, mais eficiência em função da adoção de pinças de quatro pistões Brembo com discos duplos na frente e, na roda traseira, pinça flutuante de dois pistões e um disco único. Em comparação a Thruxton, a nova Speed Twin teve redução de peso de 10 kg.

TECNOLOGIAS EMBARCADAS
TRÊS MODOS DE PILOTAGEM – Vinculados ao sistema de aceleração ride-by-wire, os três modos de pilotagem selecionáveis, “Sport”, “Road” e “Rain”, cada um com mapas de aceleração e definições do controle de tração específicas, proporcionando controle e segurança aprimorados ao motociclista e, no modo “Sport”, resposta mais imediata do acelerador.

FREIOS ABS – O padrão de segurança contemporâneo, com impacto visual mínimo. O sistema de freios ABS é sensível e eficiente, mas discreto.
CONTROLE DE TRAÇÃO COMUTÁVEL – Ao administrar a entrega de alto torque da Speed Twin quando a tração está comprometida, o sistema selecionável oferece maior controle ao piloto.
FAROL LED DRL – Incorporada ao farol, a luz de circulação diurna LED proporciona excelente visibilidade e um perfil de luz distinto.
INDICADORES E LUZES TRASEIRAS LED – Integrados à sua traseira minimalista de inspiração clássica, os indicadores e a luz traseira LED oferecem um padrão de iluminação traseira único e uma excelente eficiência energética.

SISTEMA DE ACELERAÇÃO RIDE-BY-WIRE – Melhora da resposta, segurança e sensibilidade do acelerador.
TOMADA DE CARREGAMENTO USB – Para máxima conveniência, a tomada de carregamento USB pode carregar os dispositivos eletrônicos essenciais do piloto.
IMOBILIZADOR DE MOTOR – O transponder integrado na chave adiciona maior segurança.
OPÇÕES DE CORES – Silver Ice/Storm Grey, com linhas de grafite pintadas à mão e listra branca; Korosi Red/Storm Grey, com linhas de grafite pintadas à mão e listra branca; e Jet Black.

NOVA SCRAMBLER 900
A Speed Twin se junta a outras seis opções de clássicas modernas disponíveis ao mercado brasileiro: Bonneville T100 Black, Street Twin, Bonneville T120 Black, Bobber, Thruxton R e a nova Street Scrambler 900 (foto acima). Com preço sugerido de R$ 43.850, a moto de uso misto da Triumph ganhou importantes atualizações, tendo potência como prioridade. O motor de 900 cc foi atualizado e ganhou 10 cv de potência, totalizando 65 cv, o que representa um aumento de desempenho de 18% em relação ao seu antecessor. Agora o propulsor oferece 8,15 kgf.m de torque, já disponíveis a 3.200 rpm. A nova versão da Scrambler também teve atualizações estéticas e ciclísticas.

COM MAIS “PEGADA”, TRIUMPH LANÇA NO BRASIL A BOBBER BLACK

COM MAIS “PEGADA”, TRIUMPH LANÇA NO BRASIL A BOBBER BLACK

Os planos da inglesa Triumph para 2019 são ambiciosos: vender 5 mil unidades no País. Além da liderança nas bigtrails, a marca inglesa quer obter melhores resultados em suas clássicas modernas, que já representam 25% de suas vendas. Para ampliar sua participação nesta categoria, a marca apresentou a Triumph Bonneville Bobber Black, com preço sugerido de R$ 49.990. O modelo conta com motor de dois cilindros e1200 cc, que esbanja torque, assento único e, como o nome já sugere, traz uma série de detalhes e acabamentos pintados em preto. Isso sem falar numa boa dose de tecnologia.

O modelo mais retrô da Triumph têm dois os modos de pilotagem Road e Rain e controle de tração, agora comutável. Além disso conta com iluminação em LED (lanterna traseira, indicadores e luz da placa de identificação), um imobilizador de última geração com transponder incorporado na chave e piloto automático.

Motor de 77 cv e 1200cc
Com refrigeração líquida, o motor Bonneville de 1200cc de dois cilindros paralelos, conta com intervalo de acionamento de 270° na ignição. Oferece 10,8 kgf.m de torque, disponíveis já a apenas 4.000 rpm, e 77 cv de potência (a 6.100 rpm). Para esta nova versão, o propulsor ganhou uma dose maior de torque e potência em baixas rotações – que irá facilitar a vida dos motociclistas em deslocamento por trechos urbanos. Assim como todas as novas Bonneville, a Bobber é equipada com o acelerador eletrônico (ride-by-wire). Outro diferencial é que Bobber Black conta com um primeiro grande intervalo de manutenção de 16.000 km.

Ciclística refinada
A Bonneville Bobber Black conta com sistema de freios ABS; auxiliado por discos duplos de 310 mm na frente, com duas pinças de dois pistões Brembo, e disco simples na traseira, com pinça de pistão único. A suspensão também apresenta uma atualização: garfos dianteiros Showa, com tubos de 47mm de diâmetro e 90mm de curso. O trem dianteiro ganhou roda dianteira de 16 polegadas, que está calçada com os exclusivos pneus “balão” Avon Cobra.

Para Cláudio Peruche, gerente de pós-vendas da Triumph do Brasil, “a moto ganhou mais que simples perfumaria. A Bobber Black teve sua suspensão reforçada, adoção de novas tecnologias e a possibilidade de inúmeras modificações estéticas”.

Mais de 120 acessórios
Como qualquer boa clássica, a Bobber Black foi planejada para ser customizada. Para isso, a Triumph oferece mais de 120 acessórios, que podem deixar sua moto mais bonita, confortável e até com um melhor desempenho. Estes acessórios incluem, por exemplo, diferentes opções de guidão, espelhos alternativos, indicadores LED compactos, para-lamas curtos, assentos distintos e manoplas aquecidas. Os acessórios originais da marca incluem, também, suspensão traseira ajustável Fox e silenciadores de alumínio usinados Vance & Hines.

Série limitada, by Shibuya
Bonneville Bobber Limited é um projeto da Garagem Shibuya feito especialmente para a Triumph. Cada revenda da marca no País receberá apenas uma unidade, ou seja, uma série limitada e numerada de 1 a 16 na carenagem (a numeração é definida pela sequência de inauguração das concessionárias) e lanterna traseira preta.

São três níveis de customização: básico, intermediário e completo. Preço a partir de R$ 47.990. “A Bobber Limited, além de muito exclusiva, é uma evolução da Bobber lançada aqui no ano passado, com ainda mais estilo e personalidade”, explica André Molnár, gerente de Marketing da Triumph.

Para Teydi Deguchi, fundador da Garagem Shibuya, a Bobber é um produto com grande aceitação no mercado de customização. “É uma motocicleta com linhas muito puras, o que deixa a customização ainda mais interessante”, conclui.

R$ 39.990 É O PREÇO DA NOVA TRIUMPH BONNEVILLE T100 BLACK

A chegada da nova Bonneville T100 Black ao Brasil reforça a estratégia da Triumph em investir cada vez mais nas clássicas modernas, já os modelos trail – Tiger 800/1200 – são sucesso de vendas no País e em várias partes do mundo. Agora são sete modelos disponíveis aos motociclistas brasileiros: Street Twin, Street Scrambler, T120, T120 Black, Thruxton R e Bobber, além da nova T100 Black, que está equipada com motor de dois cilindros, 900 cc e preço sugerido a partir de R$ 39.990.

Como o nome já sugere, a Bonneville T100 Black traz diversos componentes em preto como, por exemplo, aros das rodas, escapamento e tampa do motor. O resultado é um visual clássico e, ao mesmo tempo, jovial.

O novo modelo é inspirado na Bonneville de 1959. Nesta releitura, a moto traz boa dose tecnologia – ABS, controle de tração, acelerador eletrônico, entrada USB, computador de bordo – e mais de 150 acessórios para customização. Já que a moto é a extensão de seu corpo, de seu estilo de vida. E ninguém é igual a ninguém!

Um dos destaques do modelo é a sua nova configuração de chassi e suspensão, que melhorou os níveis de conforto do motociclista, seja para longas viagens, para o uso diário ou para rodar com garupa. Em função de seu peso menor (213 kg, peso seco) e também entre-eixos mais curto do que sua antecessora, a nova T100 é mais fácil de pilotar.

Para melhorar ainda mais a tocada, a moto está equipada com pneus Pirelli Phantom Sportscomp, personalizados e projetados especialmente pela Pirelli para a família Bonneville, com mudanças de perfil e rigidez no pneu dianteiro e faixa de rodagem mais profunda no pneu traseiro para garantir uma pilotagem segura e maior durabilidade.

A T100 Black oferece um bom desempenho, principalmente em ambiente urbano. Seu motor bicilíndrico de 900 cc, com arrefecimento líquido, proporciona agora mais torque e maior economia de combustível. O motor de 55 cv de potência máxima recebeu  melhorias para atingir um torque mais elevado em rotações bem baixas – 8,16 kgf.m a 3.200 rpm (18% acima da geração anterior do modelo). Resumindo: partidas mais vigorosas no trânsito urbano.  

CLÁSSICAS INVADEM O CENTRO DE SÃO PAULO

Fotos Johanes Duarte/photoandroad.comMuitas vezes o motociclista precisa de um certo ‘incentivo’ para sair de casa com sua moto. Compartilhar seu assunto preferido, tomar café com amigos, pegar a estrada, fazer novas amizades ou rodar por lugares que, de tão conhecidos, muitas vezes passam despercebidos. Pensando em reunir amigos em torno de uma paixão, a Triumph organizou o “Classic Brit Riders”, primeiro passeio de motocicletas clássicas da capital. Os grupos se concentraram na manhã ensolarada de sábado, 21 de abril, feriado de Tiradentes, nas concessionárias Triple e Autostar e seguiram para a Praça Charles Miller, no Estádio do Pacaembu.

Lá cerca de 300 motos ocuparam boa parte do templo do futebol paulista. Dezenas de motociclistas e suas máquinas de estilo retrô trouxeram mais cor e alegria ao Pacaembu. A maioria eram Triumph, mas não faltaram modelos de outras marcas como, por exemplo, Honda, Harley e Suzuki. Ou seja, neste democrático espaço do futebol todos estavam unidos pela mesma paixão: a motocicleta. Destaque para a Bonneville T100 (abaixo), toda personalizada, na qual ex-jogador inglês David Beckham rodou pela Selva Amazônica para produzir um documentário para a BBC.


Depois de muitos abraços, sorrisos e, é claro, muitas selfies foi hora de dar mais personalidade às ruas de São Paulo. As clássicas motos cruzaram o centro-velho da capital e depois seguiram para a Zona Sul, para o charmoso bairro de Moema. A confraternização final foi na Casa Murdock, misto de barbearia, tabacaria e hamburgeria. Lá foram sorteados cortes de cabelo, charutos e boné.


Para Waldyr Ferreira, gerente geral da Triumph do Brasil, o encontro superou todas as expectativas e, com certeza, acontecerão novas edições do Brit Riders. “Além de reunir amigos em prol de uma mesma paixão, as motocicletas clássicas estão ganhando espaço na vida dos brasileiros. Esteticamente são modelos que nos remetem aos anos dourados do motociclismo, mas, hoje, apresentam uma boa dose de tecnologia”, afirma Ferreira (abaixo e ao centro, de camiseta branca).