TOPO DE LINHA, FIAT CRONOS PRECISION USA CÂMBIO MANUAL.

A adoção da transmissão automática nas configurações mais equipadas dos automóveis é uma tendência aparentemente irreversível. Em alguns casos, o câmbio manual está restrito às configurações básicas. Felizmente não é o caso do Cronos. A configuração mais recheada de equipamentos do sedã da Fiat, a Precision, é disponibilizada tanto com uma transmissão automática de 6 velocidades – que custa R$ 69.990 – quanto na versão com câmbio manual de 5 marchas, que sai por R$ 62.990. Uma redução de 10% no preço que torna a relação custo/benefício da versão manual mais atraente. Principalmente para os cada vez mais raros motoristas que ainda acreditam que engatar as marchas torna a experiência de dirigir bem mais prazerosa. Nessa faixa de preços, o Cronos 1.8 com pedal de embreagem encara rivais como o Volkswagen Virtus 1.6 MSI, o Honda City DX 1.5 e o Chevrolet Cobalt LTZ 1.8.

A versão Precision manual do sedã criado a partir da plataforma do hatch Argo é bem farta em itens de conforto. Traz alarme antifurto, alertas de limite de velocidade e manutenção programada, apoia-pé para o motorista, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bi-partido 60/40, brake light, central multimídia com tela de 7 polegadas touch com Android Auto e Apple CarPlay, Bluetooth e sistema de reconhecimento de voz, chave canivete com telecomando para abertura das portas, vidros e porta-malas, computador de bordo, direção elétrica progressiva, controle eletrônico da aceleração, sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, sistema de partida a frio sem tanque auxiliar de gasolina, assistente de partida em subidas, iluminação do porta-malas, retrovisores externos elétricos com função Tilt Down e setas integradas, sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico, sistema Start/Stop, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, tomada 12V, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros e traseiros com one touch e antiesmagamento e volante com regulagem de altura e profundidade.

Vários itens de segurança também são de série na versão “top” manual do sedã que chegou às concessionárias brasileiras em março deste ano, importado da Argentina. Estão presentes assistente de partida em subidas, sinalização de frenagem de emergência e controles dinâmicos de estabilidade e tração. As rodas têm 16 polegadas de série, mas o modelo opcionalmente pode vir com rodas de 17 polegadas se incluir um pacote que contempla também bancos revestidos em couro e maçanetas e frisos das portas cromados. Também de forma opcional, é possível incluir quatro airbags e o sistema de chave presencial, que permite abertura e fechamento das portas e partida do motor por meio de botões.

Sob o capô, o Cronos Precision herdou o motor 1.8 E.TorQ, um quatro cilindros 16V flex que aparecia na versão Sporting do Punto, porém, recalibrado para entregar 139 cavalos – ou seja, 7 cavalos a mais que antes. O torque máximo no Cronos atinge 19,3 kgfm com etanol e a aceleração de zero a 100 km/h com câmbio manual de 5 marchas é de 9,2 segundos com o mesmo combustível. Exatos 0,7 segundos mais rápido que o tempo obtido pelo Cronos 1.8 com transmissão automática de 6 velocidades. Aliado ao preço 10% menor que o da versão automática, essa performance mais “esperta” reforça o “appeal” da versão manual entre os que buscam comportamentos dinâmicos mais instigantes. O mesmo tipo de gente que normalmente também aprecia o estilo do Cronos, no qual vincos e linhas de perfil bem marcados conferem um aspecto esportivo ao sedã.

Três volumes otimizados

O aproveitamento de espaço costuma ser um destaque nos carros da Fiat. No caso do Cronos, embora o entre-eixos seja o mesmo do hatch Argo, há lugar para que todos os passageiros se acomodem decentemente, inclusive para as pernas de quem senta no banco traseiro. Atrás, dois passageiros viajam bem, mas a presença de um terceiro, se for um adulto, compromete um pouco o conforto dos outros dois. Para todos há cintos de três pontas e apoio de cabeça. Existem alguns porta-objetos para levar pequenas traquitanas, mas são muito rasos. Já o porta-malas, de 525 litros, é dos melhores do segmento. Pena que as grandes alças da tampa roubam um pouco de espaço que pode fazer falta na hora de acomodar bagagens mais volumosas.


Nessa versão 1.8 Precision manual, os bancos são revestidos em tecido, a ergonomia é boa, as espumas têm densidade macia e acomodam bem o corpo. Os tons escuros adotados também criam uma atmosfera bastante interessante e agradável. Em termos de revestimentos, as superfícies do habitáculo trazem texturas razoavelmente aconchegantes. Para quem dirige, os comandos ficam bem posicionados e não é difícil aprender a mexer em tudo. A tela “touch” de 7 polegadas situada no console central – que lembra um tablet – e dá acesso à central multimídia, que interage com smartphones Android e iPhones e obedece a comandos de voz. O volante multifuncional dá acesso ao computador de bordo e ao sistema de som. O isolamento acústico é bastante eficiente. Nos engarrafamentos, o sistema start/stop mostra sua eficiência ao desligar o motor nas paradas e o religar quando se pisa na embreagem, para economizar combustível.

Bom de acelerar

O motor 1,8 litro de 139 cavalos está longe de ser novidade – é o mesmo que, com adaptações, movimenta o Jeep Renegade e a picape Toro –, mas recebeu atualizações providenciais. Com ele, o Cronos Precision roda com bastante agilidade. Arrancadas e ultrapassagens podem ser obtidas facilmente e sem esforço aparente. É ajudado nessa tarefa pela transmissão manual de 5 velocidades, que é suave e tem engates razoavelmente precisos – os da primeira e da quinta marcha poderiam ser melhorados. O torque máximo de 19,3 kgfm só está disponível em 3.750 rotações, mas a partir de 2.000 rpm o sedã compacto já esbanja disposição. Para momentos de engarrafamento, o sistema start/stop dá sua contribuição para reduzir o consumo ao desligar o motor quando o motorista para e engata o ponto morto. Assim que se pisa na embreagem, o motor religa com sutileza, de forma elegante e sem maiores trepidações. E o pedal de embreagem macio contribui para o conforto nos congestionamentos.


A suspensão do Cronos Precision foi recalibrada e tem acerto mais firme que a das versões com motor 1.3, o que se reflete em pouca inclinação de carroceria. Embora o conjunto suspensivo seja mais voltado para o conforto e não privilegie a esportividade, o Cronos encara bem as curvas. O controle eletrônico de estabilidade, que é item de série na versão, se encarrega de equilibrar as coisas quando o motorista se empolga demais. Já no trânsito urbano, quando se passa em algum buraco mais profundo, a sensação é que o impacto é transmitido aos ocupantes com menos sutileza do que deveria.

TEXTO: Luiz Humberto Monteiro Pereira / Agência AutoMotrix – FOTOS: Luiza Kreitlon / Agência AutoMotrix

Ficha técnica
Fiat Cronos Precision 1.8 manual
Motor: 4 cilindros em linha 1.8, 16V
Cilindrada: 1747 cm³
Combustível: flex
Potência: 135 cavalos a 5.750 rpm (gasolina) e 139 cv a 5.750 rpm (etanol)
Torque: 18,8 kgfm a 3.750 rpm (gasolina) e 19,3 kgfm a 3.750 rpm (etanol)
Câmbio: manual, 5 marchas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (dianteira) e eixo de torção (traseira)
Freios: disco ventilado (dianteira) e tambor (traseira)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,36 metros de comprimento, 1,72 metro de largura, 1,51 metro de altura. Entre-eixos: 2,521 metros
Pneus: 195/55 R16
Porta-malas: 525 litros
Tanque: 48 litros
Peso: 1.248 kg
Consumo cidade: 11,6 km/l (gasolina) e 8,0 km/l (etanol)
Consumo estrada: 13,8 km/l (gasolina) e 9,6 km/l (etanol)
Nota do Inmetro: B
Classificação na categoria: C
Itens de série: Duas portas USB, sendo uma para passageiros de trás, alarme antifurto, alertas de limite de velocidade e manutenção programada, apoia-pé para o motorista, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bi-partido 60/40, brake light, central multimídia com tela de 7 polegadas touch com Android Auto e Apple CarPlay, Bluetooth e sistema de reconhecimento de voz, chave canivete com telecomando para abertura das portas, vidros e porta-malas, computador de bordo, desembaçador do vidro traseiro temporizado, direção elétrica progressiva, controle eletrônico da aceleração, sinalização de frenagem de emergência, estepe de uso emergencial, faróis de neblina, sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, sistema de partida a frio sem tanque auxiliar de gasolina, assistente de partida em subidas, iluminação do porta-malas, retrovisores externos elétricos com função Tilt Down e setas integradas, rodas de liga leve de 16 polegadas, sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico, sistema Start/Stop, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, tomada 12V, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros e traseiros com one touch e antiesmagamento, volante com comandos de rádio e telefone, volante com regulagem de altura e profundidade.
Preço: R$ 62.990.
Opcionais da unidade testada: chave presencial, retrovisores externos com rebatimento elétrico e luz de conforto, ar-condicionado digital, quadro de instrumentos de alta resolução TFT de 7 polegadas, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico e câmara de ré com linhas dinâmicas.
Preço da unidade testada: R$ 67.630.

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.