Versão de entrada LX é a novidade da linha Honda Civic 2020

O Honda Civic 2020 chega com uma boa novidade para o motorista brasileiro, a versão LX que, segunda a marca, oferece bom custo-benefício e uma completa gama de equipamentos. O novo “sedã-cupê” da Honda conta com rodas de liga leve de 17 polegadas, suspensão independente, seis airbags e ar-condicionado digital, itens de série na versão LX. O modelo de entrada, que aposentou o câmbio manual, parte de R$ 97.900 e chega ainda este mês na rede Honda.

A Honda redesenhou os para-choques do Civic 2020 / Divulgação

Todos os modelos da linha Civic 2020 – LX, Sport, EX, EXL e Touring – compartilham do novo design (facelift que deixou o carro mais requintado). A mudança fica evidenciada pelos novos para-choques. Outra novidade é a introdução do sistema de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS) para todos os membros da família.

Versão Touring, topo de linha, custa R$ 134.900 / Divulgação

Confira as principais novidades e os preços das cinco versões do Civic 2020:

LX – R$ 97.900
• Freio de estacionamento eletrônico com função Brake-Hold
• Controle de cruzeiro
• Botão ECON de modo de condução econômico
• Vidros elétricos com função “um toque” para subida/descida em todas as posições

Civis Sport traz novo aerofólio e rodas escuras / Divulgação

Sport – R$ 104.100
• Acendimento automático dos faróis
• Central multimídia touchscreen de 7 polegadas, com conectividade para Apple CarPlay e Android Auto
• Nova aerofólio traseiro
• Rodas escuras

Modelo ficou mais moderno para enfrentar a concorrência / Divulgação

EX – R$ 107.600
• Sistema de áudio com oito alto-falantes
• Bancos em couro
• Retrovisor interno fotocrômico

A versão ELX do sedã-cupê conta agora com a tecnologia Smart Key / Divulgação

EXL – R$ 112.600
• Smart Key
• Sensor de chuva
• Saídas do ar-condicionado para os ocupantes do banco traseiro
• Ar-condicionado dual-zone

A versão Touring incorpora recarga de celulares sem fio no console central / Divulgação

Touring – R$ 134.900
• Sistema de som com dez alto-falantes (incluindo alto falante central e subwoofer), com 452 watts de potência,
• Assento com ajuste lombar (elétrico)
• Ar-condicionado Dual Zone
• Câmera posicionada no retrovisor direito

O modelo ganhou novo desenho, mais conforto e tecnologia / Divulgação

Powertrain
A motorização 2.0 i-VTEC FlexOne, com 155 cv a 6.300 rpm e 19.5 kgf.m a 4.800 rpm no etanol – está disponível nas versões LX, EX, EXL e Sport – é acoplada à transmissão continuamente variável (CVT). A transmissão traz a opção de sete marchas, que podem ser trocadas por borboletas atrás do volante nas versões Sport, EX e EXL.

Todas as versões passam a adotar novos revestimento no console central / Divulgação

Já o motor 1.5 de quatro cilindros, que equipa a versão Touring, traz turbo de injeção direta. Gera 173 cv a 5.500 rpm, com o torque linear de 22.4 kgf.m entre 1.700 rpm a 5.500 rpm. Este propulsor é acoplado a um novo câmbio CVT.

Para maior conforto do motorista, o assento ganhou ajuste lombar elétrico / Divulgação

Cores
Branco Tafetá (sólida), Prata Platinum (metálica), Preto Cristal (perolizada) e Branco Estelar (perolizada especial). Os modelos LX, EX, EXL e Touring também estão disponíveis nas cores Cinza Barium e Azul Cósmico (metálicas).

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.