VÍDEO: Ágil, divertido e versátil, o scooter Honda ADV também é sinônimo de economia

Ágil, divertido e versátil, já que pode rodar no trânsito urbano, na rodovia e na terra com muita desenvoltura. Depois de encarar 130 quilômetros pelo interior de São Paulo, o scooter Honda ADV traz como destaque sua ciclística: na dianteira garfo telescópico com 130mm de curso. Na traseira duplo amortecedor com reservatório a gás da grife Showa e mola de tripla ação (120mm de curso). Aliás, é o primeiro da categoria com este tipo de suspensão traseira. O conjunto copia muito bem o “piso lunar” de certas regiões e encara o chão batido sem sustos. Mas que fique bem claro, apesar da suspensão reforçada, dos pneus de uso misto e dos 165mm de vão livre em relação ao solo, o ADV não é um produto para a fazer trilha.

Já o sistema de freios usa disco em ambas as rodas – 240mm de diâmetro (D) e 220mm de diâmetro (T) e ABS de um canal na frente; rodas de liga leve e pneus de uso misto sem câmara: 110/80-14 (D) e 130/70-13 (T) – Metzeler Tourance. Transmite muita segurança em função da eficiência nas frenagens e oferece um excelente ângulo de inclinação. É de admirar o que o ADV deita nas curvas.

O modelo traz design diferenciado – inspirado no X-ADV, de 750cc -, posição de pilotagem elevada, para-brisa ajustável em dois níveis e há espaço para 27 litros sob o assento. Isso sem falar na boa eficiência energética. A média de consumo ficou cravada no painel digital do ADV: 50,3 Km/l, em um percurso de pouco mais de 130 quilômetros entre São José dos Campos até São Francisco Xavier, passando por Monteiro Lobato, no Vale do Paraíba. Entre perímetro urbano e estradas de mão simples e bem sinuosas.

Como cada um tem uma visão de produto e experiência sobre a novidade, tenho duas críticas: a espuma do assento é um pouco dura e causou certa fadiga no fim do percurso. Gostaria de mais torque em baixas rotações desse scooter aventureiro de 150cc. Aqui uma ressalva, como piloto todos os dias um SH 300i, pode ser que eu tenha sido “contaminado” pelo scooter de maior capacidade cúbica e força. O valor público sugerido é de R$ 17.490 e frete não incluso. Se o consumidor não tiver todo o dinheiro e quiser fazer uma compra programada, pode optar por um plano de consórcio de 80 parcelas a partir de R$ 315,79.

Deixe seu Comentário

Seu E-mail não Será Publicado.