Conheça o Tour de van, projeto vai mapear mobilidade pelo interior do Brasil

Leilane Correia, da BASF e Ariane Marques, do Observatório SAE Brasil

Mobilidade urbana é um tema em alta, principalmente com a explosão de novas tecnologias que proporcionam transporte por aplicativos, carros elétricos, veículos autônomos, entre inúmeras possibilidades e novidades. Porém, as soluções são, normalmente, criadas para os centros urbanos e acabam não resolvendo desafios de cidades pequena e médias – ainda mais num país como o nosso, de dimensões continentais. Enxergando do ponto de vista humano, muito mais do que transporte, mobilidade é a capacidade de movimentação das pessoas para as diversas atividades sociais, o acesso à educação, trabalho, saúde, lazer. E, olhando para a realidade brasileira, é possível perceber que são milhões de pessoas – 50% da população – que não vivem nos grandes centros urbanos e que têm necessidades, experiências e perspectivas diferentes, especiais. Por isso, gostaria de comentar um projeto inédito e incrível, que acabou de “cair na estrada” e vai olhar com atenção e profundidade as necessidades de pequenas e médias cidades de Norte a Sul do Brasil: o Observatório SAE Brasil. Ariane Marques, idealizadora do estudo, e seu marido, Tobias Hückeholfen, vão percorrer 24 estados brasileiros e observar no detalhe mais de 40 cidades do interior, criando uma amostragem consistente de realidades econômicas e sociais muito diversas, buscando informações que nunca foram analisadas ou consolidadas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Por quase três anos, Ariane esteve nesta minha cadeira, de estratégia para a Indústria Automotiva na BASF, onde descobriu uma paixão, se tornou especialista e mais – teve a visão de empreender e se aventurar para contribuir efetivamente para a solução de problemas reais do país. O Tobias também é “cria” da BASF, onde trabalhou em logística e ecommerce, e será o responsável por registrar as imagens dessa aventura. O percurso será a bordo de uma van MB Sprinter que vai se transformar no lar do casal durante cerca de dez meses. Aliás, vale acompanhá-los pelas redes sociais, no @observatoriosaebrasil, e conhecer de perto esse retrato do nosso País. Em cada uma das cidades, eles vão observar tanto os parâmetros objetivos, como o perfil socioeconômico, os indicadores de urbanização das vias, transporte público, idade das frotas, acessibilidade, conectividade, por exemplo, como também realizar entrevistas com os moradores, empresários, líderes locais, procurando entender as necessidades de cada lugar visitado. Todo o material coletado será consolidado e trabalhado tecnicamente pela associação SAE Brasil.

Esse amplo e profundo levantamento de informações promete alimentar, não só o setor público, fomentando a adoção de políticas mais eficientes, como também mapear as necessidades reais e oportunidades de inovação para as indústrias – como a nossa, que tem na sustentabilidade um importante pilar estratégico. A BASF é entusiasta e patrocinadora do projeto e incluiu soluções, como a tinta automotiva que protege a carroceria, o fluido de arrefecimento do radiador, para regular a temperatura do motor, além dos batentes de suspensão em Cellasto, que garantem maior estabilidade ao carro, amortecendo ruído e vibração – aliás, requisito de conforto para quem vai passar boa parte do ano rodando pelo país.

Estamos muito felizes com essa jornada, não só porque são queridos amigos, mas também porque são profissionais comprometidos com um propósito maior, de contribuir para resolver questões que impactam a qualidade de vida dos brasileiros e o desenvolvimento sustentável do País. A mobilidade é essencial, tanto que faz parte Agenda 2030 da ONU, constando na base para atingir 8 dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Poder se mover facilmente para a escola, trabalho, atendimento médico, abastecer sua casa, se divertir, é requisito importante para o desenvolvimento não só individual, como da sociedade. Esse olhar humano certamente vai promover maior qualidade de vida e inclusão para os brasileiros. Que tal participar também dessa viagem?

*Leilane Correia, consultora de estratégia do Time de Indústria Automotiva da BASF na América do Sul.