Em tempos de reality, Royal Enfield abre inscrições para a segunda edição do Build Train Race

Vídeo da primeira edição do BTR

Depois de um tremendo sucesso em 2021, a Royal Enfield do Brasil abre as inscrições para mulheres motociclistas participarem da segunda edição do Build Train Race (BTR), que significa, na tradução literal construir, treinar e correr. O projeto – uma espécie de reality sobre duas rodas -, tem como objetivo incentivar o motociclismo feminino, engloba três etapas: a customização de uma Royal Enfield Interceptor 650, os treinamentos em circuitos de terra e a participação nas competições de Flat Track no Brasil. O processo seletivo acontece entre 19 de janeiro a 01 de março de 2022. Faça já sua inscrição no site oficial do projeto. Confira aqui as obras-de-arte da primeira edição do BTR.

Build Train Race, que na tradução literal construir, treinar e correr / Divulgação

A Royal Enfield do Brasil selecionará seis pilotas com base em experiência de pilotagem, perfil entusiasta dentro do motociclismo, afinidade com customização e espírito de competição. Cada participante receberá uma Interceptor 650 para iniciar a primeira etapa do programa: a customização da moto dentro das diretrizes do Flat Track – competição que acontece em circuito oval na terra. Além da motocicleta, as pilotas receberão patrocínio para a customização, que deverá ser feita exclusivamente por elas, com auxílio de parceiros.

Edna Prado foi a campeão da primeira edição BTR / MM

“Esse ano aumentamos o número de pilotas do programa refletindo o sucesso da primeira edição. Além disso, acreditamos na modalidade do Flat Track no Brasil e incentivamos a participação de cada vez mais mulheres no esporte”, diz Clevir Coleto Correia, Gerente de Marketing Royal Enfield Brasil.

Informações sobre todas as etapas do Build Train Race acesse:
https://buildtrainrace.com/brazil/