VÍDEO: Nova CB 1000R Black Edition é a moto mais “bandida” da Honda e uma das mais conectadas entre as bignakeds

Customizada de fábrica, a Honda CB 1000R acaba de ganhar a versão Black Edition em sua linha 2022. Topo da família Neo Sports Café, a bignaked conta com corpo pintado de preto e muita tecnologia embarcada. A moto mais “bandida” da Honda traz um novo painel TFT colorido de 5 polegadas e um inédito sistema de conectividade, batizado de Honda Roadsync, com a tecnologia HSVCS – Honda Smartphone Voice Control System. Montada em Manaus (AM) e com a chegada prevista para abril, a CB 1000R Black Edition tem preço sugerido de R$ 76.750,00 (base Distrito Federal). Suas principais concorrentes são a Ducati Diavel 1260 S, que custa R$133 mil; e a Kawasaki Z1000, que tem preço sugerido de R$ 70 mil.

Nova Honda CB 1000R Black Edition e o editor do MinutoMotor, o jornalista Aldo Tizzani, com o capacete Bieffe B12, já com o sistema SmartTrip instalado: perfeita interface entre homem-máquina – Foto Divulgação

A streetfighter retrô nipônica marca a estreia de seu sistema de conectividade, que faz a interface entre máquina-homem por meio de um aplicativo e o sistema de fonia SmartTrip, da Starplast, mesma empresa que produz os capacetes Bieffe, Peels e Fly. De forma bastante intuitiva, e sem tirar as mãos do guidão, o piloto pode obter informações sobre a rota via GPS, ouvir sua playlist preferida e até receber ou fazer chamadas. Sempre usando comando de voz ou acessando o sistema por botões no punho esquerdo da moto. Confira todas novidades no vídeo acima da moto mais “bandida” da Honda, em termos estéticos e tecnológicos.