VÍDEO: Conheça a história da Honda CG, o veículo mais vendido do Brasil, com 13,5 milhões de unidades

Em 45 anos de evolução, a Honda CG se consagrou como um ícone da indústria nacional, já que foram produzidas mais de mais de 13,5 milhões de unidades do modelo que inaugurou a fábrica da Honda em Manaus (AM). Só para comparar, a frota de duas rodas é formada hoje de cerca de 30 milhões. Ou seja, em números macros, a CG representa quase metade das motos emplacadas no Brasil. Vendeu mais que os VW Gol, Fusca e Kombi; e os Fiat Uno e Palio. Hoje, na atualizada versão 2022, os preços variam entre R$ 10.520 (CG 160 Start) e R$ 13.040 Honda (CG 160 Titan). Os valores têm como base o Distrito Federal e não incluem despesas com frete ou seguro. A garantia da linha CG é de três anos, sem limite de quilometragem, além de sete trocas de óleo gratuitas feita nas revendas Honda.

Neste test-ride, o jornalista Aldo Tizzani, do MinutoMotor usou:
Capacete Bieffe B12; jaqueta, calça e luvas HLX e bota Alpinestars

Mudanças no design – A linha 2022 da família Honda CG recebeu atualizações no design, que são distintas entre si. Esta atitude da marca teve como objetivo reforçar uma identidade visual específica para cada uma das versões, de acordo com o perfil de uso do consumidor. A Start, por exemplo, traz novo design na moldura do painel de instrumentos e na carenagem frontal, com três opções de cores. A CG 160 Fan e a CG Cargo também receberam nova moldura de painel, nova carenagem de farol e laterais do tanque redesenhadas interna e externamente. Não houveram mudanças no motor e parte ciclística.

O modelo mais emblemático da família, a CG 160 Titan, recebeu também uma nova moldura do painel, nova carenagem de farol e de laterais do tanque exclusivas do modelo, além da rabeta com laterais redesenhadas. A tampa do motor foi pintada de preto. A versão 2022 da Titan ficou mais moderna e “musculosa”. Na Honda CG 160 Cargo, Fan e CG 160 Titan, as rodas são de liga leve com cinco raios duplos, enquanto na CG 160 Start são raiadas, com aros de aço.

HISTÓRICO DA HONDA CG
1ª GERAÇÃO – (1976 a 1982)
1976 –
O sucesso da família CG é resultado de anos de inovações tecnológicas. Tudo começa em 1976 quando chega ao mercado a CG 125, primeira motocicleta Honda de fabricação nacional, em Manaus (AM). O modelo conta com motor de 125 cm³, de grande desempenho, durabilidade e agilidade.
1978 – Ganha inovações na suspensão dianteira, que utilizava sistema de molas externas com cobertura de metal. Instalado garfo com amortecedores dotados de molas internas.
1981 – Apresentada ao mercado brasileiro a CG 125 a álcool, primeira motocicleta do mundo com este tipo de combustível. Trazia também câmbio de cinco marchas, que chegaria à versão a gasolina apenas em 1985.

2ª GERAÇÃO – (1983 a 1988) 1983 – CG ganha alterações visuais e fica mais encorpada. Carburador recebe o sistema Ecco de injeção de combustível.
1985 – O câmbio passa de quatro para cinco velocidades, de acionamento universal, novo escalonamento e melhor aproveitamento da potência do motor.
1988 – Apresentada a versão para uso profissional: CG 125 Cargo. Com banco individual e mais largo, conta com bagageiro para receber a instalação de baú. Entre outras alterações, o chassi e roda traseira são reforçados e a suspensão dianteira passa a ser regulável.

3ª GERAÇÃO – (1989 a 1993) 1989 – É lançada a CG 125 Today. Grandes alterações visuais no painel e no banco, além de rabeta com estilo inovador e quadro mais reforçado, mudanças que marcaram o modelo.
1991 – O modelo recebe no motor e chassi, respectivamente, nada menos que 69 e 74 alterações. As novidades resultam em aumento da potência em ampla faixa de rotação, economia de combustível, reduzido nível de ruído e baixa manutenção, além de maior rigidez estrutural. Entre as inovações, adoção do sistema CDI.

4ª GERAÇÃO – (1994 a 1999) 1994 – É lançada a CG 125 Titan, com novo design e 90 alterações técnicas. Entre elas, comandos elétricos em novo desenho; alças traseiras nas laterais; tanque de formas arredondadas, novos freios e conjunto de embreagem.

5ª GERAÇÃO – (2000 a 2003) 2000 – Apresentada a quinta geração da família CG 125, que continua com o nome Titan. O exclusivo sistema ante esvaziamento de pneus Tuff-up passa a equipar o modelo.
2002 – Lançamento de mais uma versão intermediária da CG 125 Titan, a KSE, com partida elétrica e freios a tambor.

6ª GERAÇÃO – (2004 a 2009) 2004 – CG 150 Titan: A CG ganha novo motor de 150 cm³ e passa a chamar-se CG 150 Titan. Mais econômica, ágil e durável, tem design renovado para acompanhar as modernas tendências. CG 150 Job: É lançada a nova Honda CG 150 JOB, evolução da consagrada CG 125 Cargo. Única motocicleta nacional homologada para transporte de carga. Apresentada a Honda CG 150 Sport. Busca atingir o consumidor que valoriza tecnologia, esportividade e diferenciação. 2005 – Lançada a CG 125 Fan, com a proposta de ampliar a base do mercado. Dotada de grandes atributos como qualidade, resistência, economia, baixo custo de manutenção e motor OHV (Over Head Valves) de 124,1 cm³, torna-se em pouco tempo o segundo modelo mais vendido do mercado brasileiro.

7ª GERAÇÃO – (2009 a 2013) 2009 – CG 150 Titan: motocicleta mais vendida do Brasil amadurece e chega ao mercado totalmente renovada. Além de novo visual, incorpora sistema de injeção eletrônica (PGM-FI), tecnologia, que pela primeira vez equipa uma motocicleta da categoria Utility no Brasil. Modelo apresenta, com antecedência de três anos, níveis bem abaixo dos limites estabelecidos pela terceira fase do Promot, previsto para vigorar a partir de 2009.
CG 125 Fan: Cresce em força e desempenho, agora com motor OHC (Over Head Camshaft), de comando de válvulas no cabeçote. Modelo antecipa em três anos os limites previstos pelo Promot, aplicáveis a partir de 2009.
CG 125 Cargo: Projetada especialmente para o transporte de carga e para o uso utilitário, o modelo tem como diferenciais o bagageiro exclusivo, para transportar até 20 kg de carga, e o novo assento de uso individual.
Lançada a CG 150 Titan Mix, com novo e inédito conceito de mistura de combustíveis para motocicletas. É o primeiro modelo no mundo, produzido em série, que utiliza tanto o álcool quanto a gasolina como combustíveis, em sintonia com a estratégia mundial da Honda voltada para a preservação do meio ambiente. Ainda em 2009, a Honda oferece ao mercado uma opção mais completa, a nova CG 150 Titan Mix EX, que agrega esportividade e mais sofisticação dentro da categoria Utility.
2010 – Impulsionada pelo sucesso, a Honda amplia sua linha Flex com a CG 150 Fan.

8ª GERAÇÃO – (2013 a 2015)
2013 –
A Honda inicia mais um ciclo da família CG, uma das mais bem-sucedidas da marca. Renovada, traz as últimas tendências em design e tecnologia voltadas para a funcionalidade e diversão. A Linha 2014 apresenta três opções: CG 125 Fan (KS/ES/ESD), CG 150 Fan (ESDi)
e CG 150 Titan (ESD/EX). 2014 – Em ação inédita no mercado dentro de seu segmento, família Honda CG 2014 passa a ter três anos de garantia. Honda lança série especial CG 150 Titan EX BR com cores da bandeira brasileira. Versão foi apresentada 1 mês antes do inicio da Copa do Mundo de Futebol, sediada no Brasil naquele ano. Família Cargo (125 e 150) ganha duas versões, com destaque para o modelo com motor Flex de 150cc. Honda lança primeira motocicleta de baixa cilindrada com sistema de freios CBS (Combined Brake System). Com objetivo de oferecer mais segurança aos motociclistas, modelo se tornou o primeiro do mundo a oferecer a tecnologia em sua faixa de cilindrada.
CG 150 Start é lançada no mercado. Modelo chega com conceito inovador: objetivo é oferecer eficiência mecânica com o custo dos modelos de 125cm³.

9ª GERAÇÃO – (2015 e atualmente)
2015 –
Linha CG chega como modelo 2016 e com uma grande novidade: nova motorização de 160cm³, em substituição às versões com motor de 150cm³. Com um projeto totalmente novo, a nona geração também trouxe design renovado, mais esportivo e moderno.
2016 – Honda CG 160 Titan Special Edition – Honda traz uma edição especial da CG 160 Titan, versão 2017, limitada a 7.000 unidades, com grafismos exclusivos. O modelo recebeu a tonalidade branca como base, com detalhes em azul e vermelho nas laterais, além de rodas em dourado, uma inspiração nos modelos esportivos e no conceito Honda Racing
2017 – Introdução do sistema CBS na CG 160 Start, além do suspensão dianteira SFF (Separated Function Fork), nas três versões (Titan, Fan e Start), tecnologia anteriormente exclusiva dos modelos de maior cilindrada, que permitirá aos modelos maior eficiência e conforto para encarar os mais diversos cenários cotidianos
2018 – CG 160 Cargo – Introdução do sistema CBS na linha profissional.
2019 Série comemorativa aos 25 anos da linha Titan (1994~2019). Para comemorar o marco de 25 anos de mercado, a Honda apresentou uma edição especial com nova pintura, grafismos inéditos e aplicação de logotipo no tanque de combustível. Para este modelo, foram produzidas apenas 8.000 unidades
2020 – CG Titan S – Apresentada a versão S, como uma opção com grafismos diferenciados e design exclusivo, para se tornar a versão mais desejada da família CG, composta pelos modelos Start, Fan e Titan.
2022 – Completando 45 anos de produção, a linha CG 2022 chega ao mercado com novas cores e design da carenagem atualizado em todas versões: Honda CG 160 Start, CG 160 Fan, CG 160 Titan e CG 160 Cargo.