Detran.SP divulga novo calendário do IPVA e do licenciamento para 2022

O Natal já passou e a festa de réveillon também. Agora os donos de carros e motos estão de olho nas primeiras obrigações com o Governo: Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Licenciamento anual de seus veículos. Isso sem falar na nova Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que deve chegar no meio do ano. A boa notícia é que o Seguro DPVAT foi novamente isento. Então vamos por partes.

O IPVA cobrado no Estado de São Paulo é um dos mais caros do País. Recebeu um aumento de mais de 20%, segundo economistas. A novidade é que o imposto poderá ser parcelado em até cinco vezes a partir de fevereiro. Já quem optar pelo pagamento antecipado em cota única, estes proprietários de veículos automotores terão desconto de 9% em janeiro ou 5% em fevereiro. Veículos “0 km” ganham o desconto de 3% no pagamento até o quinto dia da emissão da nota fiscal.

Dessa forma, que tiver um veículo placa final “1” e quiser pagar o IPVA em cota única, com desconto de 9%, a data de vencimento é já no próximo dia 10 de janeiro. Confira abaixo todas as possibilidades de pagamento: com desconto de 5% e parcelamento em cinco parcelas, segundo o calendário divulgado pelo Governo do Estado de São Paulo (abaixo).

O Detran-SP também alterou o calendário do Licenciamento anual em função do aumento de número de parcelas para a quitação do IPVA de três para cinco. Já o prazo para o pagamento que começava em abril, para veículos com placas final “1”, passou agora para julho e termina em 31 de dezembro, com veículos placa final “0” – exceto caminhões e tratores, que têm prazos entre outubro e dezembro. A partir de hoje, 3 de janeiro, todo motoristas/motociclista pode fazer o pagamento do licenciamento antecipado. Até 31 de junho o IPVA de todos os veículos já estarão pagos e, na sequência, em julho começa as cobranças da taxa de Licenciamento.

“Nosso objetivo é reduzir os impactos econômicos causados pela pandemia e disponibilizar um prazo maior para que o proprietário do veículo possa realizar o licenciamento somente após efetuar o pagamento do IPVA. Lembrando que o serviço é feito de maneira totalmente online, por meio do sistema bancário. Logo, o motorista não precisa ir a uma unidade de atendimento do Detran.SP ou Poupatempo para regularizar a situação do seu documento”, destaca Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran.SP.