Desktop: Mobile:

Construída em casa, moto com motor Ford já rodou por 10 países da América Latina

Sticky:

Sobre cada moto há uma história. Mas para trilhar seu próprio caminho sobre duas rodas Márcio Laurindo de Almeida teve de realizar um antigo sonho, o de construir sua própria moto. Do chassi de uma velha Lambreta 1960, tubo de antena de TV e muitas outras peças adaptadas de carros e motos, Marcio criou um modelo artesanal que consumiu 30 meses de trabalho árduo, justamente pela falta de recursos e de peças. Moto feita de sonhos, homenagens e muitas doações.

A construção demorou 30 meses e a moto recebeu peças de vários outros veículos / Fábio Coppedé

Não é a mais bonita do mundo, mas foi com ela que Márcio realizou muitos sonhos. Rodou 150 mil quilômetros por dez países da América Latina. Foram 100 mil quilômetros em solo brasileiro e mais 50 mil quilômetros cruzando Uruguai, Paraguai, Argentina, Chile, Peru, Bolívia, Venezuela, Guiana Inglesa, Equador e Colômbia.

Com sua criação chegando em Puerto Suárez, na Bolívia / Arquivo Pessoal

“Recebi a ajuda de muitos amigos que dedicaram tempo, dinheiro e peças. Hoje, todos eles viajam na minha garupa. Parece até brincadeira, mas em qualquer lugar que eu vá há um ‘doador de órgãos’ para a minha moto”, conta, bem-humorado, o eletricista de automóveis de 53 anos e que mora em Araçoiaba da Serra, no interior do estado de São Paulo. Em homenagem a sua mãe vitimada de câncer, Márcio prometeu conhecer todos os países da América Latina a bordo de sua criação. Confira acima o vídeo dessa incrível história deste eletricista que construiu sua própria moto!

A moto de Márcio conta com motor Ford 1.6l e câmbio de quatro velocidades VW / Fábio Coppedé

FICHA TÉCNICA
MOTO ARTESANAL

30 meses de construção
Motor – 1.6l, da Ford
Câmbio – 4 velocidades, da VW
Convertido de álcool para gasolina
Consumo – 23 Km/l
Autonomia – Superior a 600 Km
Tanque – Artesanal – 30 litros
Chassi – Tubular
Cabos de aço – Loja de material de construção
Suspensões:
Dianteira – Bengalas de Honda 400 Falcon
Traseira – Amortecedores de Yamaha Fazer
Rodas e pneus:
Dianteira – Roda traseira Honda Shadow 600, pneu Metzeler
Traseira – Roda de VW Fusca raiada, pneu de carro
Corrente – Honda CB 400
Coroa – Honda CB 400 e CB 750
Pinhão é maior que a coroa
Protetor de escape – Telha de amianto
Punhos – Honda
Velocímetro – Dafra
Entre-eixos – 1,7 metros
Peso – 360 quilos

Campanha de prevenção ao câncer de mama do Outubro Rosa / Reprodução

É por esse e por tantos outros relatos que temos o dever de divulgar as ações do “Outubro Rosa”, campanha de conscientização que tem como objetivo alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), este ano teremos quase 60 mil novos casos de câncer de mama no Brasil. Prevenção é palavra-chave para combater esta doença que atinge 1,4 milhões de mulheres e homens em todo o mundo. Por isso, a mulher precisa se cuidar. Mas não esqueça: sempre haverá uma mulher importante na sua vida: mãe, esposa, irmã, filha, tia, prima, afilhada etc.

2 Comentários

  1. Joao

    Márcio é meu amigo, é um dos caras geniais q conheci, capaz de fazer de qualquer metal uma obra, a moto é linda, longa, sucesso com os apreciadores e n apreciadores.
    Parabéns amigo vc é d+.

Deixe seu Comentário