Conheça os 10 carros híbridos e elétricos mais ‘baratos’ do Brasil

Sticky:

Os veículos híbridos e elétricos ainda não têm preços acessíveis no mercado brasileiro. Porém alguns fatores compensam quando o consumidor pensa de forma racional e faz uma comparação com os modelos movidos à combustão. O principal deles é a manutenção, que é, aproximadamente 30% mais barata em comparação ao automóvel “normal”. E isso se dá, graças à inexistência de componentes como velas, correias, filtros de combustível e de óleo, engrenagens de câmbio e bielas.

Segundo o especialista em tecnologia automotiva, Antonio Azevedo, a tendência é que o preço diminua à medida em que a demanda for aumentando e o setor for recebendo incentivos. “Por exemplo, a cidade de São Paulo já concede 50% de desconto no pagamento de IPVA de carros até R$150 mil e permite que os carros elétricos circulem nas ruas todos os dias, liberados do rodízio municipal. Esse tipo de incentivo vai se tornar cada vez mais comum em alguns anos”, explica Azevedo, que é fundador e CEO da LogiGO – empresa que fornece tecnologia automotiva para montadoras.

Pensando em auxiliar na avaliação do custo-benefício para a aquisição e manutenção de veículos híbridos ou elétricos, confira abaixo a lista com os 10 veículos mais baratos de cada categoria:

Elétricos
1º) JAC iEV20 (R$ 159.900) – Autonomia: 400 quilômetros
2º) Renault Zoe (R$ 204.990) – Autonomia: 385 quilômetros
3º) Chevrolet Bolt (R$ 274 mil) – Autonomia: 416 quilômetros
4º) Nissan Leaf (R$ 277.990) – Autonomia: 270 quilômetros
5º) JAC iEV330P (R$ 299.900) – Autonomia: 315 quilômetros

Híbridos*
1º) Toyota Corolla Hybrid (R$142.640) – Autonomia: 786 quilômetros
2º) Toyota Prius (R$166.490) – Autonomia: 812 quilômetros
3º) Toyota RAV4 (R$221.491) – Autonomia: 965 quilômetros
4º) Lexus UX 250h (R$238.505) – Autonomia: 804 quilômetros
5º) Volvo XC 40 (R$235.435) – Autonomia: 440 quilômetros (no modo 100% elétrico)

*Com exceção do modelo Volvo XC 40 que opera também no modo 100% elétrico, os outros modelos operam com dois motores (combustão e elétrico), mas o consumo é de gasolina ou etanol. Por conta disso, a autonomia deles é muito superior à dos outros modelos.