O “arraiá das duas rodas” atraiu mais de 42 mil pessoas ao lendário autódromo de Interlagos (SP)

O “arraiá motociclístico”, organizado pela Revista Duas Rodas atraiu mais de 42 mil pessoas ao lendário Autódromo de Interlagos (SP), entre os dias 23 e 26 de junho. Em quatro dias, o Festival Interlagos explorou dezenas de atividades em mais de 100 mil metros quadrados. A dança de quadrilha era realizada na pista, com o ballet das motos de praticamente quase todas as marcas e modelos vendidas no país. As tradicionais barraquinhas, ou melhor, os boxes receberam as principais novidades do setor. Interlagos voltou a ter, mais de 30 anos depois, uma etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross. Da ‘roça’ também veio as provas de Flat Track em seu circuito oval. Isso sem falar nas pistas de mobilidade urbana e de elétricas, com a participação da marca Voltz. Para tirar o fôlego dos visitantes, as manobras radicais da Equipe Força & Ação e os saltos insanos da equipe Fred Kyrillos, do motociclismo free style. O evento contou com o show da dupla sertaneja Fernando & Sorocaba.

Reforçando seu protagonismo no setor, o evento reuniu as maiores marcas como BMW, Honda, Dafra, Ducati, Harley-Davidson, Kawasaki, KTM, Triumph e Yamaha, com test-ride nos modelos mais cobiçados do mundo. Hoje o Festival Interlagos é, hoje, reconhecido como o parque de diversões dos motociclistas, sendo o maior evento de experiências do Brasil. Nos quatro dias, foram realizados mais de 6.500 test-rides. Porém ausências foram sentidas: Royal Enfield e Suzuki. Confira abaixo os principais lançamentos de motos:

BMW R 1250 RT – Esbanjando luxo e sofisticação, o modelo criado para o mototurismo traz como destaques sistema de som com Bluetooth e um grande painel digital, quase um tablete. Com muita tecnologia embarcada, a RT está equipada com motor Boxer, 1250cc, 136 cv de potência e 14 quilos de torque. São três modos de pilotagem e quickshifter – assistente que ajuda a trocar marchas sem acionamento da embreagem. De série, a moto touring oferece assento e manoplas aquecidos, chave presencial, preparação para GPS, monitoramento de pressão dos pneus e farol auxiliar em LED.

Dafra tecnológica e trail – A Apache RTR 200 ABS conta, como diferenciais, três modos de pilotagem, sistema Bluetooth SmartXonnect e com informações na palma da mão via aplicativo dedicado. A street fabricada pela indiana TVS coloca o modelo em um patamar superior frente a concorrência. Como o nome sugere, a moto traz ainda freios ABS e também painel 100% digital. A Dafra prepara o lançamento da trail NH300, mas isso deve ficar para 2023. Criada em parceria com a SYM, a nova topa-tudo da Dafra vem com o mesmo visual da sua irmã menor, a NH190, e motor da NEXT 300. A NH300 será concorrente direta da Honda XRE 300 e Yamaha Lander 250.

Ducati V4 – As motos com motor V4 foram os destaques da marca italiana no Festival Interlagos. Com design inconfundível e vestidas de vermelho, Multistrada, Panigale e Streetfighter – com seus motores “V4” com mais de 150 cv de potência – e tecnologia no talo – aguçavam o imaginário dos visitantes. A pergunta que fica é: onde ir com as ‘macchinas’ fabricadas em Bolonha (ITA)? A Ducati também expôs toda a sua linha de motocicletas: Monster, Diavel, X-Diavel e Scrambler. Além de toda a sua linha de motorclothes.

Harley-Davidson bigtrail – Até então mergulhada no universo custom, a HD expôs e colocou há disposição do motociclista brasileiro a sua novíssima bigtrail Pan America 1250, equipada com o motor V2, batizado de Revolution Max, de 150 cv de potência e 13 quilos de torque. Ainda não é a versão final que virá para o Brasil, mas a moto esbanja personalidade e muita tecnologia embarcada. Destaque para os modos de pilotagem e suspensão traseira adaptativa, que na prática diminui a altura do solo quando a moto está prestes a parar.

Honda X-ADV – A nova versão do scooter aventureiro da Honda ganhou nova assinatura visual. O modelo está mais moderno e jovial. Traz novo chassi e motor mais potente, agora são 58,6 cv de potência máxima e sete quilos de torque. Traz modos de pilotagem, controle de tração, painel TFT de 5 polegadas, parabrisa ajustável e freios ABS. Neste ‘SUV sobre duas rodas’ destaque para a tecnologia Honda Smartphone Voice Control System (HSVCS). O sistema que conecta o homem com a máquina. Assim, o motociclista pode utilizar recursos do seu smartphone como, por exemplo, navegação, realização e recebimento de chamadas, mensagens e músicas por comandos de viva voz. Tudo por meio do Honda Sync, aplicatico dedicado, o mesmo usado na CB 1000R Black Edition. Existe a possibilidade ainda de instalar vários acessórios para viagem (malas laterais e top case) e itens de conforto e segurança (protetor de carenagem e farol de neblina).

Husqvarna Norden 901 – Marca de origem sueca, a Husqvarna é pioneira no desenvolvimento de motocicletas desde 1903. No Brasil é representada, desde 2015, pelo grupo 2W Motors. Destaque para a Norden 901, bigtrail voltada ao turismo de aventura. A moto está equipada com motor de dois cilindros paralelos, de 899 cc e com potência de 105 cv. O propulsor está alojado em um quadro leve de treliça de aço. Para aguentar todo tipo de terreno, a Norden 901 usa suspensão de longo curso e oferece boa dose de conforto e ergonomia.

Kawasaki Linha “Z” – A Casa de Akashi trouxe vários lançamentos para o Festival Interlagos. Destaque para a revigorada Versys 650 – que está com a cara de sua irmã mais velha e com boa dose de tecnologia embarcada; e para a Z 900, em sua versão limitada em 200 unidades. Para os desinformados, a linha “Z” da Kawasaki comemora 50 anos em produção. Vestida de vermelho, a radical e comemorativa naked está equipada com motor de quatro cilindros em linha, que gera 125 cv de potência máxima.

KTM 1290 Super ADV – A nova bigtrail da marca austríaca chega esbanjando porte e força para encarar qualquer tipo de desafio, seja na terra, lama, areia ou até no rípio (pedras). Toda a ciclística está ancorada em um novo chassi, mais leve e resistente. O motor, um dois cilindros em “V”, é capaz de produzir 160 cv de potência máxima. A Super ADV conta com roda aro 21 polegadas na dianteira, painel digital e boa dose de eletrônica embarcada.

Triumph Tiger 1200 e Sport 660 – Com 18 motos em exposição e mais 26 disponíveis para test-rides, os destaques da marca inglesa ficaram por conta dos modelos da família Tiger: 1200 e 660. A nova geração da irmã mais velha incluindo duas novas opções de tanque de combustível com capacidade de 20 litros e também de 30 litros, nas versões Explorer. Aliás a Tiger 1200 GT Explorer conta com aro 19 polegadas na dianteira, enquanto Tiger 1200 Rally Pro e Tiger 1200 Rally usam roda aro 21. Para os amantes das médias, a Tiger Sport 660, e sua semicarenagem, não passou desapercebida. Com design moderno e foco no público jovem – e que deve ter boa aceitação entre as mulheres -, a moto conta com propulsor de três cilindros, 81 cv de potência e apenas dois modos de pilotagem: road e rain. A Tiger Sport 660 oferece a mesma base da naked Trident 660.

Yamaha Thor – O “casório” ainda vai esperar, já que o padre não chegou a tempo para unir Jane Foster (Natalie Portman) e Thor (Chris Hemsworth). Porém, a sexta edição especial da parceria com a Marvel, a FZ25 Thor traz como diferenciais a pintura e grafismos exclusivos inspirados na armadura do Deus do Trovão – azul, vermelho e dourado – e sua produção será limitada a 1000 unidades. O modelo está equipado com o tradicional motor monocilíndrico, com capacidade de 249,5 cm³ e 20,9 cv de potência máxima. A FZ 25 conta com um moderno conjunto óptico que conta com DRL em LED e farol de última geração, bifuncional com luz baixa e de luz alta projetadas num único projetor de LED de alta desempenho, que representa na prática uma ótima iluminação noturna. Para quem curte o Universo Marvel, o filme “Thor: Amor e Trovão” chega exclusivamente aos cinemas no dia 07 de julho.

Fotos Mario Villaescusa e MinutoMotor